Darcy Derenusson

EstiloMPB
Cidade/EstadoBrasília / DF
Plays2.374plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

OuvintesAna Raquel e outros 4 ouvintes
Fã-clubeCoquinho Neves 2015 e outros 23 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Darcy Derenusson cresceu em Ipanema escutando bossa nova e músicas italianas. Na década de 60 foi inspirado por bandas de língua inglesa e pelos festivais de música realizados no Rio. Em 1964, aos 11 anos, começou a tocar violão compartilhando os primeiros acordes com amigos como Marcos Llerena, Marcos Ama, Frank Wyllie, Francis Wyllie e outros que se reuniam constantemente para cantar e compor. No final da década de 60 participava de uma banda com amigos que freqüentavam a praia de Ipanema. Ensaiavam na lagoa e tocaram em alguns clubes do Rio de Janeiro.
Em 1973 começou a estudar arquitetura e, mesmo trabalhando como arquiteto, nunca parou de compor. Fazia os arranjos valendo-se das técnicas de gravação de cada época, como o gravador de rolo, o cassete de 4 canais, o teclado com seqüenciador até as gravações digitais.
Na década de 80 tocou em várias casas noturnas do Rio de Janeiro, entre elas as saudosas People e Club 21, junto de músicos como Paulo Assis Brasil e Juca da Gaita, Walther Montezuma e Fernando Carvalho (Terra Molhada).
No período de 1986/87, com arranjos do maestro Ringo, gravou as músicas Quadrinho e Grito de Paz que tocaram em diversas rádios do Rio e de Belo Horizonte. Nessa ocasião teve aulas de canto com Victor Olivares. Foi uma época em que compôs muitas canções, fazendo os arranjos em um gravador multicanal utilizado antes pelos músicos Nilo Romero (seu primo) e George Israel (Kid Abelha).
Em 1991 participou de outra banda chamada Blue Banana. Treinaram muito..., viajaram também. Mas como todos estavam mais preocupados com suas outras profissões, o projeto ficou como uma bela lembrança. No entanto, essa banda renovou a motivação do músico Darcy que passou a fazer apresentações solo, voz e violão, em casas noturnas do Rio de Janeiro.
Em 1996, morando em Brasília, gravou no estúdio Porão as músicas e Grito de Paz (regravação). Produzidas por Pauly Di Castro, essas músicas tocaram vários anos em rádios brasilienses.
No início de 2007, com a vontade de um iniciante e muitas músicas na bagagem, gravou no estúdio do pianista Jones Cavalante o novo CD Pro Lado do Mar, no qual participaram vários músicos de Brasília.
As composições do CD falam de nossas passagens pela vida de uma forma poética e com imagens que nos levam a meditar por cima da música. Seus arranjos são muito bem elaborados e fazem parte do conjunto da obra desde sua criação.
Com um estilo refinado e envolvente, Darcy Derenusson volta ao mundo da música com a proposta de compartilhar com o público sua energia criadora. Já formou uma nova banda para divulgar o trabalho. Agora é só escutar e curtir...

Playlists relacionadas

Contrate

Darcy Derenusson

(61) 9965 - 0737http://www.darcy.com.br
Home