Diavolos Aires

EstiloRock
Cidade/EstadoRio de Janeiro / RJ
Plays3.965plays

Comunidade

OuvintesIvanilson de Melo Mendes e outros 10 ouvintes
Fã-clubeColônia Cratera e outros 8 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de André RodriguesAndré RodriguesVoz
Imagem de MonissoMonissoBaixo
Imagem de Helmman LagoHelmman LagoGuitarra

Release

DIAVOLOS AIRES
A Feliz Família do Sr. Lefranc


O noticiário e os sociólogos afirmam que o mundo está caótico! E o Diavolos Aires é o reflexo dessa mesma realidade.
Exagero? Nem um pouco.

Oriundo da Zona Oeste do Rio de Janeiro, o Diavolos Aires é formado por André Rodrigues (voz), Ronaldo Melo (bateria), Monisso (baixo) e Helmann (guitarra). A banda é punk? Não. É metal? Não. O Diavolos é o Diavolos, agressivo e contestador. Se nem eles mesmos conseguem classificá-los, quem mais o poderia? Basta simplesmente dizer que o Diavolos é o que é independente de modismos e aparências.

Músicos que não baixam a cabeça e nunca dizem sim.
Muito ao contrário, optam sempre pelo ?NÃO? bem colocado, que se tornou a essência da banda.
Dizem ?NÃO? a uma harmonia inexistente. Dizem ?NÃO? a uma sociedade injusta que se vê diariamente, das filas de moribundos nas portas dos hospitais públicos ao conflito entre viciados e homicidas na busca incansável pelo ter e pelo poder.
Mesmo em meio a toda esta insanidade, perversão e egoísmo, tão presente em nossa sociedade, a banda não se mostra condescendente em nada com o presente quadro.

?A Feliz Família do Sr. Lefranc?, expõe um pouco da face doentia da sociedade que criamos.
Há uma história por aí, que o tal Sr. Lefranc era o patriarca de uma família totalmente disfuncional, cujos filhos e filhas mantinham relações sexuais entre si. De tais relações nasceram várias crianças, que tão logo vinham ao mundo eram, assassinadas e enterradas no quintal da casa desta inusitada família.
Além disto, o Sr. Lefranc era constantemente agredido por seus filhos e mulher. Seu cão foi treinado para atacá-lo e subjugá-lo.
Somado ao fato de que dormia numa espécie de cativeiro, alimentando-se dos restos de comida que lhe eram jogados.

Desse fato inacreditável, aterrador, e não menos raro em meio a nossa espécie evoluída, aliado a histórias de alguns famosos psicopatas, nasceram o conceito e título do CD.

Faixas como ?Primitivos?, ?Gritos na Cabeça?, ?Evolua?, ?Freud?, ?Quem Pode Mais?, ?Estou Melhor no Que Faço de Pior?, ?Antes do Fim? e ?Sem Controle? exibem força, realidade e indignação.

Como a própria Banda diz: ?O mundo está doente... as pessoas não são boas.?

E você?

Carlos Lopes
(produtor e jornalista)

Playlists relacionadas

Contrate

Diavolos Aires

(21) 3427 - 1275 | (21) 96414 - 0319http://www.diavolos.com.br