Display

EstiloPagode
Cidade/EstadoRio de Janeiro / RJ
Plays1.284plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesLuzinaldo Junior e outros 3 ouvintes
Fã-clubeXin Zhao e outros 6 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Dudu PakaloloVoz
Paulo César (PC)Percussão
Vicent OlivierPercussão
Ver mais integrantes

Release

Quando o assunto é pagode de primeira, a zona norte do Rio de Janeiro se mantém imbatível no posto de celeiro dos melhores grupos do gênero. E é desse berço do samba que surge o mais novo nome de destaque na cena, o grupo Display.
O quarteto formado por Dudu (voz), Vini-Vini (cavaco), Vicent (pandeiro) e PC (tantã) – é mais um representante dessa novíssima geração de pagodeiros nascida e criada nos subúrbios cariocas, bebendo da fonte dos mestres da geração 80, como Arlindo Cruz e Zeca Pagodinho, e precedidos pelo pagode romântico da geração 90, como grupo Soweto.
O pagode do Display, legítimo representante da geração 00, reverencia suas raízes, traz o romantismo com a malícia suburbana, mas também flerta com o pop, um diferencial que permeia a carreira do grupo. “Em nossos shows, fazemos versões de hits de bandas como Cidade Negra, Legião e O Rappa. E essa ficou sendo nossa marca, sempre aproximando o rock e o pop do pagode, que é mesmo a nossa praia” diz o vocalista Dudu, que declara ainda ser fã de intérpretes como Djavan, Ed Motta, Pedro Mariano e Alexandre Pires: “são nomes que me inspiram a cantar cada vez melhor”.
O Display tem uma trajetória peculiar: antes de ser fundado, todos os integrantes já viviam de música e o grupo começou dentro dos estúdios de gravação. “Eu gravava vocais de apoio em discos de vários grupos de sucesso, até que em certo momento resolvemos gravar por conta própria. Foi um consenso a criação do grupo, e assim nasceu o Display”, conta Dudu.
Como os integrantes do Display já circulavam no meio do samba, não demorou muito para as canções gravadas por eles chegarem aos ouvidos da galera e uma delas, a faixa “É só você pedir” (de Braga e Cuco), despontar naturalmente como single. Os shows foram se multiplicando e o grupo decidiu lançar seu EP.
O repertório traz, além do primeiro single já citado, a faixa “Igual ao meu não tem” (canção autoral de Dudu, Vicent e Juninho de Assis), “Ir ou ficar” (Rodrigo Oliveira), “Só pra ver se você volta” (Juninho), “Eu não vejo à hora” (Thiago Alexandre e William Mendonça) e a canção que fecha o EP com chave de ouro é assinada por dois compositores reconhecidos por vários sucessos: “quem ouve afirma de cara que “Linha na pipa” (Claudemir e Diney), será mais um”, declara Vicent.
Reunir um grupo de bons músicos, fazer shows, gravar um disco e tocar no rádio, é buscado de uma forma muito natural e especial pelo grupo Display. Os genes do samba do subúrbio carioca podem contribuir, mas tudo indica que esse quarteto nasceu mesmo destinado ao sucesso.

Playlists relacionadas

Home