Imagem de capa de Érico Moura
Érico Moura

Érico Moura

EstiloPop Rock
Cidade/EstadoPorto Alegre / RS
Plays6.786plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver todos os álbuns
Ver todos os eventos
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesPaulo Nunes e outros 328 ouvintes
Paulo NunesPaulo NunesPaulo NunesPaulo NunesPaulo Nunes
Fã-clubeVandilson Oliveira e outros 9 fãs
Vandilson OliveiraVandilson OliveiraVandilson OliveiraVandilson OliveiraVandilson Oliveira

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Release

Érico Moura inaugura uma série de quatro lançamentos em que ele convida artistas para cantar e tocar novos temas em sua obra. Ele vai ao encontro de ritmos brasileiros como seresta e maracatu, e dá um toque seu ao candombe uruguaio e ao funk, para abordar nas letras temas pagãos, religiosos e científicos, com pitadas de humor, ironia, crítica social, política e comportamental. E também faz reflexões existenciais, uma das características de suas composições. Gota D'Água foi composta durante um encontro online de escuta artística criado pelo artista visual Guilherme Dable. Neste encontro específico, estava se debatendo sobre a obra do artista visual Bill Viola. Os feats são: a cantora
Paola Kirst
em Oração (pelo menos dois);
Carlinhos Carneiro e Júnior Tostoi
em Cerveja com Diabo;
Bibiana Petek
em Gota D’Água; e
Rafael Mallenotti e Akeem
em Arregaça.
Oração (pelo menos dois) surgiu após a surpresa ao ler que o avanço da tecnologia permitiu a captação inédita de imagens dos movimentos das partículas de um átomo do cristal de praseodímio, corroborando o modelo teórico de Niels-Bohr (elétrons girando ao redor do núcleo). Érico pensou que o avanço científico nos leva a extremos jamais pesados, mas ainda e porém a tecnologia das relações humanas segue primordial.
left

Cerveja com Diabo e Arregaça são canções que dialogam com temas da carreira de médico psiquiatra. O artista se aventura pela primeira vez a abordar em suas canções temas do consultório como compulsões, neuroses obsessivas e repressões. Para o tema do diabo ele chamou o talentoso e renomado produtor e guitarrista Júnior Tóstoi que trabalhou por mais de 20 anos com o Lenine. E para o tema Arregaça, Moura convidou os gaúchos Rafael Malenotti (vocalista há 30 anos dos Acústicos & Valvulados ) e o jovem compositor pop Akeem.
Novamente, Érico chamou Diego Lopes para a produção musical, numa dobradinha que já dura mais de 6 anos, desde o segundo álbum AMARÉ (2019). No time de músicos, contou com o fiel baterista Bruno Neves Beats que também está junto na equipe desde AMARÉ. Chamou pela segunda vez o guitarrista Luciano Granja, que entrou no álbum TUDO É PROCESSO (2021). Contou com o ineditismo do violão de nylon de Lorenzo Flach, ao gravar este instrumento pela primeira vez em sua carreira. E contou ainda com os estreantes no time Éverson Vargas, no baixo acústico, e Bruno Coelho, na percussão.

Playlists relacionadas