Fellipe Salles

EstiloSertanejo
Cidade/EstadoBrasília / DF
Plays156.642plays
Tamanho
Imprimir

Seus Retratos com participação de Ataíde e Alexandre

Composição: Fellipe Salles

Hoje estou consciente que errei O que a gente faz a gente paga Ao rasgar seus retratos chorei Da memória não se apaga As fotos que nós dois tiramos São imagens do meu sofrimento Só lembram que já nos amamos Foram tantos planos jogados ao vento Você levou as minhas fantasias Traz de volta a minha alegria Dentro do quarto ainda existem Retratos rasgados, jogados ao chão

4.378

plays

Comentários

Filtrar Por:

Playlists relacionadas à musica

Fellipe Salles

EstiloSertanejo
Cidade/EstadoBrasília / DF
Plays156.642plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesFabiano Castelo e outros 206 ouvintes
Fã-clubeThainá Couto e outros 44 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

A história de Paulo Jaécio Silva Ferreira (Fellipe Salles) é comparada a história de grandes nomes da musica sertaneja de origem simples. Fellipe é filho de Pedro Ferreira Silva e de Joana D’arc Costa Silva. Nasceu na cidade de Presidente Dutra, no Maranhão, em 1º de março de 1991.

Sua trajetória começa a ser escrita ainda muito cedo, quando mudou-se tendo apenas 27 dias de nascido com sua família para a cidade de Redenção, no Pará. Já aos três anos de idade começou a ser conhecido na região e a partir daí estava lançada sua trajetória musical. O jovem ganhou destaque em apresentações na TV local e em shows de calouros.

Ao mudar-se para Anápolis, em Goiás, Fellipe Salles ganhou de sua mãe o seu primeiro instrumento musical: uma flauta doce. Com ela, passou a estudar e a tocar as músicas que ouvia no rádio. Mais tarde, Fellipe mudou-se para Caldas Novas, também em Goiás, e seu tio logo percebeu sua vocação musical e audição apurada e lhe ensinou a tocar as famosas modas sertanejas em seu velho violão.

Com este estimulo, Fellipe entrou para a banda marcial do colégio em que estudava, e orientado por um maestro, teve suas primeiras noções de teoria musical e sobre a essência da música. Tudo isso sem deixar de lado o som da viola de seu tio e a paixão pela moda sertaneja. Com apenas 11 anos, Fellipe começou a cantar em bares, e pelos ônibus da cidade turística de Caldas Novas.

Um ano depois, ele compôs sua primeira música e não parou mais.
Em sua última mudança, em 2007, Fellipe veio com sua família para Brasília, para dar continuidade aos estudos do jovem cantor, uma vez que o sonho de sua mãe era formá-lo. A cidade satélite de Sobradinho, no Distrito Federal, foi o último destino deles. Apesar das dificuldades enfrentadas, o jovem cantor conseguiu e ingressou na faculdade de arquitetura.

Fellipe realizou o sonho de sua mãe e sem deixar de lado o seu propósito, ele continuou cantando em Sobradinho. A partir daí, suas composições despertaram o interesse de bandas e grupos locais, que o ajudaram na gravação de seu primeiro CD. Fellipe acabou sendo enganado. Alguns produtores agiram de má-fé e desapareceram com seu trabalho.

Esse fato não foi capaz de ofuscar o brilho e muito menos o seu sonho. Fellipe Salles continuou trabalhando e escrevendo suas músicas, que se somadas hoje, passam de 200 composições. Com seu talento sem precedentes, Fellipe Salles foi descoberto por seus atuais empresários. A partir deste momento nascia a maior promessa do sertanejo universitário. Fellipe Salles, nome dado pela Estação Fama Produções – sua nova produtora – que gravou um novo CD e disponibilizou toda estrutura necessária para sua carreira nacional.

E para coroar essa nova fase, duas músicas de sua autoria foram escolhidas como tema oficial em 2012 e 2013 do maior evento de musica sertanejo do brasil Caldas Country Show onde vários artistas nacionais do meio sertanejo participaram da gravação.

No final de 2011, a primeira façanha de Fellipe Salles foi emplacar uma das músicas mais tocadas no Caldas Country Festival: “Afoga o Ganso que o Boi é Manso”, uma versão sertaneja composta por Fellipe e que vem com a participação do locutor oficial da festa, Cuiabano Lima.

Em janeiro de 2012 veio a segunda conquista profissional do cantor Fellipe Salles, quando ele emplacou o tema oficial do Caldas Country 2012, de sua autoria, que foi lançada oficialmente no dia 7 de abril em Caldas Novas durante o show do cantor Cristiano Araújo.

A música contou com a participação de vários artistas nacionais como: Gusttavo Lima, Humberto e Ronaldo, Jorge e Mateus, Cristiano Araújo, Luan Santana, Fernando e Sorocaba, Israel e Rodolffo, Mateus (J&M), Israel Novaes e Cuiabano Lima.

A terceira grande conquista firmou-se em março de 2013, quando Fellipe Salles escreveu o novo tema do caldas country show 2013, a música È Pra La Que Eu Vou ”,

A sua Produtor atual fazem o lançamento nacional de sua carreira com um CD PARAISO que conta com as participações de Israel e Rodolffo na música “Tenho Medo”,

Agora a estrutura de shows está pronta e as malas arrumadas para cantar e encantar nas festas de todo Brasil. Fellipe Salles, a nova promessa do sertanejo universitário.

::: Fellipe Salles a nova promessa do sertanejo universitário :::

Acessem:
Youtube - http://www.youtube.com/channel/UCGY7LKKIZXRzG5zL2eO8yWw
Facebook -https://www.facebook.com/fellipe.salles1

http://www.fellipesalles.com.br

Playlists relacionadas

Contrate

AC EVENTOS

(61) 3342 - 2232 | (38) 9910 - 7969http://www.fellipesalles.com.br
Home