FLÁVIO FREIRE

EstiloMPB
Cidade/EstadoItumbiara / GO
Plays3.981plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesIlza Rangel e outros 4 ouvintes
Fã-clubeTúlio Toledo e outros 2 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Nascido na Bahia, mas criado no interior de Goiás, Flávio Freire teve as primeiras experiências com a música aos 10 anos de idade em festivais da escola na cidade de Cachoeira Dourada-GO. Um pouco mais tarde, participou de um importante festival regional da cidade de Itumbiara-GO, chamado Fest Sinhá (2000) em que nele foi campeão na modalidade estudantil.
Na fase adulta, participou também do Festival do Conservatório de Música de Ituiutaba-MG (2001), sendo o 1º lugar também. Ainda nessa caminhada musical, participou do Festival Canto de Minas (2003), Festival Sesi (Goiânia)(2000 a 2009), Festival Nacional de Voz e Violão de Maricá-RJ (2005) entre outros, de tamanha relevância. Foram outros cenários, outras realidades de valor para o crescimento vocal e desenvoltura em palco. Por meio deles, adquiriu uma bagagem e maturidade no que diz respeito à interpretação.
Além dos festivais, cantou em bandas de baile e atualmente, canta em bares e eventos públicos e particulares com um repertório variado que passa pela MPB ao samba. Também compositor, fez músicas para esses festivais, sempre em parcerias: “Canto de Xangô para Iemanjá", música vice-campeã do Festival Sesi de 2009,canção de Cafuringa. Juntamente com o amigo Túlio Toledo, gravaram a música “Insônia”, composição de Túlio, Flávio e Romes José Lopes.
No ano de 2014, gravou a música “Porões da alma” que retrata o sentimento, a solidão e o estar no mundo hoje, a canção foi feita para o Festival Sesi de Goiânia. Hoje trabalha com projetos culturais de Cultura negra e música nordestina, seu trabalho musical, com uma rítmica percussiva, empresta a voz às obras-primas de nosso país, a cantar sempre a brasilidade, o povo e a cultura.
Recentemente, nesse ano de 2015, participou do ALDEIA DIABO VELHO, evento, manifesto, em que se encontram nesse território, as diversas artes em Goiânia. O show promovido pelo SESC de Goiânia foi o Samba de Ossanha no qual se registram interpretações da africanidade brasileira.

Playlists relacionadas

Contrate

Flávio Freire

(64) 9207 - 4379https://www.palcomp3.com.br/ffreire/
Home