Gabi Luthai

EstiloSertanejo
Cidade/EstadoAraxá / MG
Plays1.237.773plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesIglanisena Rego e outros 537 ouvintes
Fã-clubeThá Assunção Vieira e outros 47 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Gabi Luthai – Gabi Luthai
O grande questionamento na música atualmente é: qual é o melhor caminho para se ganhar notoriedade? É a tal pergunta que vale um milhão de dólares. O mais inusitado (e mais legal também) é encontrar artistas que chegaram a essa resposta e não se acomodaram em suposta zona de conforto. Como Gabi Luthai, neste primeiro disco de inéditas, batizado com o próprio nome.
Ela tem 22 anos, é mineira de Araxá e desde os 17 começou a aparecer via Youtube, principalmente. E surgiu por meio de interpretações de seus artistas favoritos. O canal ganhou corpo e ela começou a aceitar os desafios dos fãs de cantar músicas dos mais variados artistas.
E poderia seguir assim, progressivamente, já que a moça alcança uma média de 8 milhões de pessoas semanalmente por meio de suas redes sociais. Quando chegou a 1 milhão de seguidores no Youtube, foi convidada a protagonizar a Vevo Sessions. Fora os 4 milhões de views mensais que seus vídeos tem em média, o que a colocam como a sétima artista mais acessada do país.
Mas artista que não segue em frente cria limo, já ensinaram os Rolling Stones. Gabi seguiu, no gênero que mais lhe apetece, o sertanejo, com todas suas variantes e possibilidades.
O disco veio por meio de campanha de financiamento coletivo, e na hora da escolha do repertório não podia deixar de marcar presença a opinião dos fãs. Gabi colocou oito músicas em seu canal e por aclamação popular três entram no trabalho.
“Feito Boba”, o primeiro single, é uma delas. É um sertanejo que flerta com arrocha em acordeom e traz toda nuance de um pop contemporâneo, ainda mais na voz de alcance admirável de Gabi. Outra que passou pelo teste prévio de público é a bela balada “Paciência”, já no meio do disco. Igualmente a que encerra o trabalho, “Que Sorte Tenho Eu”, outra balada de violão que apresenta todo recurso pop que pode (e deve) ser acrescido ao sertanejo.
As duas últimas tiveram a mão ativa de Gabi na produção, ao lado, de Raul Alaune, escolha de arranjos e retoques. Assim como a que abre o disco, com violão suave e voz que sobressai no ritmo sertanejo de “Eu Gosto Assim”.
“Paraquedas” faz leve contraponto entre voz e uma suave guitarra que abraçam linda balada, e “Não Rola mais (Na na ni na não)” acelera em piano e acordeom na mistura do pop e sertanejo que ganha como arrocha na seguinte, “After”, onde ela coloca todos para pularem.
Temos novamente o acento pop contemporâneo no sertão em “Eu Quero Você”, que também foi produzida por Gabi. E a certeza de que a aventura na música sempre traz frutos. Neste caso, mais que positivos.

Playlists relacionadas

Contrate

Escritório Brothers

(11) 5051 - 1759 | (11) 5051 - 1759www.gabiluthai.com.br
Home