GERALDO AMANCIO

EstiloMPB
Cidade/EstadoFortaleza / CE
Plays59.579plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

OuvintesWilson Claudio Tavares e outros 100 ouvintes
Fã-clubeRibamar José e outros 36 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release


Sempre fui o poeta mais perfeito
O primeiro aclamado pelo mundo
Já pensaram em fazer um segundo
Já quiseram clonar, não teve jeito
Inclusive na fôrma que eu fui feito
Só meu pai aprendeu a fabricar
E disse à mãe que escondesse num lugar
Pra ninguem copiar nem aprender
Nem daqui a mil anos vai nascer
Cantador que assuma o meu lugar

Nesse nosso planeta tudo passa
Para um gênio nascer Deus interfere
Pode ser que outro Senna ainda se gere
Pra correr Fórmula Um e ganhar taça
E que outro Pelé ainda nasça
Pra ser número um onde jogar
Eu duvido é no verso popular
Outro Amâncio cantando aparecer
Nem daqui a mil anos vai nascer
Cantador que assuma o meu lugar

Outro dia um cientista pesquisou
Pra fazer que de mim chegue mais perto
Quis fazer um de barro não deu certo
Quis fazer um de osso não prestou
Disse ele: falar com Deus eu vou
Pra poder um poeta eu inventar
Deus sabendo o que ele ia falar
Disse logo: desista de fazer!
Nem daqui a mil anos vai nascer
Cantador que assuma o meu lugar

(Geraldo Amâncio)

Playlists relacionadas

Contrate

Home