Imagem de capa de Guga Borba
Guga Borba

Guga Borba

EstiloFolk
Cidade/EstadoCampo Grande / MS
Plays275.274plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver todos os álbuns
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesThiago Diniz Duarte e outros 730 ouvintes
Thiago Diniz DuarteThiago Diniz DuarteThiago Diniz DuarteThiago Diniz DuarteThiago Diniz Duarte
Fã-clubeJaime cadeirante e outros 110 fãs
Jaime cadeiranteJaime cadeiranteJaime cadeiranteJaime cadeiranteJaime cadeirante

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Release

Guga Borba começou a carreira musical aos 15 anos, em Campo Grande, como vocalista da banda Inverno Russo,e que integrou a coletânea Mato Grosso do Som. Em 1995, Guga mudou-se para São Paulo para montar a banda Belladona, com a qual gravou um CD pela gravadora multinacional Warner Music em 1997. De volta a Mato Grosso do Sul, Guga formou a banda Naip no começo de 2000, dividindo palcos com Jota Quest, Capital Inicial, Ira!, Barão Vermelho, Nando Reis, Raimundos, Peter Fonda e Brascombe Richmond, lançou um EP com cinco faixas inéditas da banda. A apresentação de despedida foi no “Show da Virada” – projeto realizado pela TV Morena, afiliada da TV Globo em Mato Grosso do Sul.
Guga compõe suas próprias canções a apresenta diversas releituras, sendo que algumas delas foram gravadas nos discos das bandas Belladona e Naip, mas foi com trabalho do duo Filho dos Livres que elas tiveram reconhecimento e aprovação popular. Ao lado do parceiro Guilherme Cruz, o Filho dos Livres já gravou dois discos autorais e diversas coletâneas, lançou três vídeo clipes, e outro promocional para TV Morena, compôs ao lado de Guilherme a trilha sonora do documentário Sasha Siemel – O caçador de Onças, no cinema, a música “Cantador”, que remete a vida do cantador pantaneiro, faz parte da trilha sonora do filme Cabeça a Premio de Marco Rica, tendo o Filho dos Livres participado de grandes festivais musicais em Mato Grosso do Sul e realizado shows nas principais capitais brasileiras.

A música Meu Carnaval é muito executada em diversas rádios de todo Brasil, e já foi gravada por Alex e Yvan, Duo Cancionãncias, e Aurélio Miranda. Guga Borba também é membro do Trypé, ao lado de Guilherme Cruz, Jerry Espíndola e Paulo Simões, e do Ladáia, ao lado de Alex Cavalheri e Leandro Perez, que juntos exploram as diferentes sonoridades e ritmos da musica pantaneira contemporânea, já dividiu o palco com grandes artistas do MS como Carlos Colman, Almir, Rodrigo e Gabriel Sater, Família Espíndola, Guilherme Rondon, Sandro Moreno, Geraldo Roca, Orlando Brito, O bando do Velho Jack, Projeto Gerações, Brasil canta MS, entre outros.

Em 2011 Guga lança seu primeiro disco solo intitulado Apneia, com 10 composições inéditas do cantor, e uma releitura da canção “É Necessário” de Geraldo Espíndola, e varias referencias nas melodias e poesias românticas do cotidiano, com uma sonoridade contemporânea e permeada de elementos eletrônicos, que agradou diversos djs dos pub’s europeus, o show de lançamento aconteceu em Campo Grande MS, junto a comemoração dos 15 anos do Jota Quest no Parque das Nações indígenas para um público de 90 mil pessoas.
Participou da tour Brasil Canta MS, que levou a musica do MS para Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro, encerrando em Campo Grande na Concha Acústica Helena Meireles, com casa lotada, participou de três edições consecutivas do Kit de Difusão Cultural produzido pela Fundação de Cultura do Mato Grosso do Sul e estendendo suas composições a todos os estados brasileiros. Foi o orador representante dos artistas no lançamento da 3° edição.


No final de 2012, Guga retorna aos palcos com a banda Naip, trazendo releituras e novas composições, com diversos shows na capital e no interior com as bandas O Rappa, Nando Reis, Scalene, Far From Alaska, Tihuana, Maskavo, Armandinho e Tico Santa Cruz, como também em eventos dedicados ao rock, como Luau Harley Davidson, Pantanal Extremo, Arena da Copa, Som da Concha, Festival de Inverno de Bonito, Recepção dos Calouros da UFGD, Temporada Move On The Rocks, Naip e o Bando do Velho Jack.

Em 2014 a Naip gravou seu novo álbum intitulado “O Disco”, com 12 composições inéditas, com uma sonoridade voltada ao rock e ao grunge, onde os poemas e letras referem a vida noturna e as aventuras amorosas da juventude, levando a banda a diversas rádios e sites especializados, ficando entre os 50 colocados para se apresentar ao vivo no festival LollaPalooza.
Guga Borba foi palestrante e músico do projeto “Identidade Musical” ao lado de Jerry Espíndola, e “Cantos e Contos da Nossa Terra”, ao lado de Jorge de Barros, percorrendo dezenas de escolas municipais da capital e do interior do estado, criou e produziu os eventos Agasalhosom e Natal Total 2010, 2012, 2013 e 2014, com finalidades filantrópicas, onde se apresentou ao lado do cantor e compositor norte-americano Alex Ruiz (The Night Mothers – Texas – USA), recebeu duas homenagens da Câmara Municipal de Campo Grande pelo “Dia do Artista Regional” com o Filho dos Livres, e posteriormente com o Naip, recebeu o premio de “Melhor Vocalista do Ano” do Rock do Mato, que abrange todo o Centro-Oeste do país, por meio do voto popular pela internet, participou também como produtor e musico na turnê do lançamento do CD “Canções Simplesmente Canções”, de Paulo Simões, em 2013 e 2014, foi um dos artistas convidados pelo trio Hermanos Irmãos composto por Rodrigo Teixeira, Marcio De Camillo e Jerry Espíndola, para o Circuito Universitário e foi contemplado pelo FEMUCIC, na cidade de Maringá (PR) com a interpretação da música “Quintal” , fez parte da banda formada para a abertura do show de Andy Summers (The Police) e Rodrigo Santos em sua ultima tour pelo Brasil, que passou por Campo Grande.


Em 2015 Guga Borba gravou seu segundo álbum solo, o 7º Satélite, ao lado do produtor e multi instrumentista Antonio Porto, álbum que tem como concepção a música folk e timbragens diferenciadas em uma linha minimalista, os ritmos variam do ternário para o quaternário sem compromisso, mas sem negar a influência fronteiriça em algumas canções, a assinatura da música brasileira se mostra presente em vozes e percussões, com as participações de Antonio Porto, Alex Cavalheri, Sandro Moreno, Marcelo Cello, Guilherme Cruz e Adair Torres, um dos maiores ícones do Pedal Steel no Brasil. Com o lançamento do álbum previsto para 2016, Guga iniciou a divulgação de seu novo trabalho, por meio da mídia espontânea e das redes sócias, bem aceito pelo público e pela crítica especializada, o álbum foi disponibilizado para download no site Palco MP3, o maior portal da música independente do Brasil, o que levou o artista ao destaque em duas ocasiões em menos de três meses e a marca de 60.000 acessos. Em dezembro foi contemplado com o Prêmio Palco MP3 – Mais acessado Folk – atingindo hoje a marca de 240.000 acessos, com 92 músicas disponíveis para download gratuito, gravadas ao longo de 25 anos de carreira, deste inquieto artista e compositor brasileiro.


Em 2016 Guga iniciou o trabalho de divulgação de seu novo álbum, com shows e entrevistas para rádios, TV's e sites especializados, entre os diversos shows estão: Tuia e Guga Borba – Ao Vivo (São Paulo - SP), Som da Concha (Campo Grande – MS), Sunday Folk (São Paulo – SP), Francis Rosa e Guga Borba (Joanópolis – SP), FESTACE (Dourados – MS), Temporada Folk no Jack “Guga Borba e Convidados” (Campo Grande – MS).
Em Julho, participou da abertura do 17º Festival de Inverno de Bonito, no Tributo a Geraldo Roca, ao lado de Paulo Simões ao Geraldo Espíndola. Guga é fundador do coletivo Clube do Litoral Central, junto com Jerry Espíndola, Rodrigo Teixeira, Ju Souc e Leandro Perez, com temporada no Jack Music Pub, que abrange as influencias da musicalidade regional contemporânea do MS.
Lançou o video clipe oficial da canção “Cigana”, com as participações de diversos artistas emblemáticos de Capo Grande, usufruindo das paisagens do campo e da cidade.
Recebeu o convite para a gravação do projeto Grupo ACABA 50 anos, gravando um dos grandes classicos dos “Canta-dores do Pantal”, a canção “Boi de Carro”, seguindo para a gravação do DVD ao Vivo e posteriormente a Comemoração do Aniversário do Estado do MS, onde também se apresentou no Tributo a Geraldo Roca, interpretando “Mochileira” e “Mais Loucos Do Que a Média”, neste tempo gravou ao lado de Guilherme Cruz sua participação no novo álbum de Francis Rosa, como Filho dos Livres gravaram a canção “O Violeiro e a Viola”, com lançamento previsto para 2017.

Ainda no trabalho de divulgação do novo álbum participou do projeto Quarta Folk, em Bragança Paulista – SP, ao lado dos entusiastas da banda Folk Como Ocê Gosta, produzido por Paulo Garcia, representando o Na Casa estúdio e produtora, onde transitam diversos artistas desta modalidade musical,durante este período fez quatro shows ao lado da banda A trAma em Monte Verde – MG, levando seu trabalho autoral aliado as grandes vertentes do Rock, voltando a Campo Grande se apresentou no SESC Morada dos Baís, como casa lotada e reconhecimento nas mídias especializadas.
No final deste ano Guga Borba participa do Circuito Universitário UFMS 2106, nas cidades de Pota Porã, Naviraí e Nova Andradina, de volta a campo grande recebe o cantor e compositor Landau (MG) que traz a forte influência do Rock Rural mineiro, na última edição anual do Clube do Litoral Central.

Em 2017 e 2018 Guga Borba segue na divulgação e circulação do álbum 7º Satélite, com shows pelas cidades: São Paulo, Bragança Paulista, Joanópolis, Monte Verde, Campo Grande, Dourados, Naviraí, Ponta Porã, Jardim, Bonito, Corumbá e outras demais cidades do Mato Grosso do Sul.
Participou com a música de sua autoria “Violeira” do documentário Hellena Meireles, participou do show Gabriel Sater, no Festival de Inverno de Bonito 2017, Recital de Encerramento Muzicalizando, Alumiares com Maringá Borgert, Léo Verão + Borba & Perez, Festival Boca de Cena 2018, Sarau Sectur – Expogrande 2018 e Som da Concha 2018, Cidade do Natal em Campo Grande.

Seu mais recente trabalho é o single “Eu deixo”, gravado em Campo Grande com a participação especial do cantor e compositor norte-americano Alex Ruiz (Chingon/The Night Mothers).
Em 2019 integrou o Festival Todo Canto ao lado dos artistas Francis Rosa (SP), Guito Show (MG) e Maringá Borgert (MS), com início na Serra da Canastra (MG) seguindo para o Mato Grosso do Sul e finalizando na Serra da Mantiqueira (SP), totalizando 12 apresentações em 11 cidades destes estados, com participação especial do renomado cantor brasileiro Zé Geraldo, compositor de “Senhorita”.
Guga Borba participou do mais novo álbum do cantor e compositor Paulo Simões, intitulado “Outras Canções”, gravando slide e cantando na faixa “Sete Sinais” de Almir Sater e Paulo Simões.
Com o quarteto Folk4 (Guga Borba, Rodrigo Sater, Rodrigo Teixeira e Jerry Espíndola), fez apresentações ao vivo no Sons do Brasil (Circuito Cultural Banco do Brasil) em São Paulo (SP) e em Mogi Das Cruzes (SP) no Bistrô Itapeti, seguido de apresentações no Sesc Morada dos Baís em Campo Grande (MS).
Guga Borba fez o show de abertura da banda Jota Quest no Estação Morena, evento de final de ano da TV Morena, afilada da Rede Globo no estado do Mato Grosso do Sul, como também na Quarta Cultural na Feira Central, 9º Conferência Estadual de Saúde, Cidade do Natal, Fesmorena, Show de Verão UFMS (Corumbá MS) entre outros.

DISCOGRAFIA
• MATO GROSSO DO SOM (1997) - Inverno Russo
• BELLADONA (1997)
• O QUE VIROU (2003)
• NAIP (2003)
• TRADIÇOES DISTORCIDAS - Filho dos Livres (2004)
• BONUS TRACK (2004) - Filho dos Livres e Naip
• MEU CARNAVAL NUMA OUTRA ESTAÇÃO (2005) - Filho dos Livres
• GERAÇÕES (2006) - Filho dos Livres
• NOVIDADE NATIVA (2006) - Filho dos Livres
• REPUBLICA DOS LIVRES PENSAMENTOS (2007) - Filho dos Livres
•Trilha sonora original - Filho dos Livres - Sasha Siemel (o caçador de Onças) - Documentário/cinema e tv digital (2007)
• Aqui Agora Crianças - Márcio de Camillo (2007)
- Filho dos Livres
• APNEIA (2011)
• O Disco - Naip (2015)
• 7° Satélite (2015/2016)
• Grupo ACABA 50 ANOS (2016/2017) CD e DVD ao Vivo
• O Violeiro e a Viola - Francis Rosa (2017) - Filho dos Livres
• Eu deixo (sinlge) Guga Borba feat Alex Ruiz (2017)
• Eu Não Esperava - Ton Alves (2018)
• Água de Viver - Ângelo Arruda (2018)
• Outras Canções – Paulo Simões (2019)
• Livro + CD Guga Borba e Guilherme Cruz "Filhos dos livres pensamentos" de Gustavo de Deus (2013)

Playlists relacionadas

Contrate

Guga Borba

(67) 8435 - 1330 | (67) 8435 - 1330http://www.gugaborba.com/