H2P

H2P

Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays2.100plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de MC ADMC ADVoz
Imagem de Alexandre SimoesAlexandre SimoesVoz
Imagem de KustelinhaKustelinhaVoz, Percussão, Backing Vocal

Release

Mais do que um nome, Hip Hop Positivo sintetiza todas as ações propostas de manter uma unidade positiva, eliminando o aspecto negativo provocador de uma cultura marginalizada. A decisão de nomear o H2P, valorizando a filosofia humanista, pertencente ao grupo não ocorreu de forma fácil, mas com muita consciência e responsabilidade sobre a cultura Hip Hop. A motivação de manter-se sob um conceito filosófico que abrangesse toda a humanidade teve início a partir das iniciativas de construção de um mundo melhor, mais justo e menos desigual. À medida que ainda é pouco abordada pelos grupos existentes na cultura Hip Hop, sendo a temática de uma pequena porção desse segmento. As condições adversas por nós encontradas no planeta, quando se trata de população humana, aumenta ainda mais. Com quatro integrantes de formação religiosa, político, cultural, ética, moral, diferenciadas; o que permitiu diversas culturas atuarem como unidade. É a diversidade que compõe um coletivo, assim como a composição étnica de nossa nação:

Alexandre Simões (Mc) %u2013 Além de cantor e letrista é instrumentista, toca clarinete, estudou música erudita e popular durante sete anos, é produtor cultural, idealizador da Fábrica de Rima Produções Artísticas, do portal de Internet Mundo da Rua e apresentador de televisão; Ad (Mc) %u2013 Cantor e letrista, utiliza sua formação cultural em seu pensamento, explorando fortemente a cultura brasileira em várias camadas; Kustelinha (Beatboxer) %u2013 Com um talento que se mostrou logo na infância as batidas e efeitos sonoros reproduzidos com a boca enriquecem a musicalidade existente no grupo, além de compor as canções do repertório; Ed Jay (Dj) %u2013 Os scrats e técnicas aplicadas às produções aumentam o caráter positivo, com influências da musica negra norte-americana além de compor os beats faz letras juntamente com o grupo;

A construção do repertório musical foi acontecendo com a experiência adquirida nas diversas apresentações realizadas desde a formação. Participações nas coletâneas: %u201CFábrica de Rima - Volume 1%u201D (2002) e %u201CPlaneta Hip Hop%u201D (2003), com a música %u201CRápido, rasteiro e ligeiro%u201D. As apresentações do H2P passaram de um simples show para um grande espetáculo que mostra toda a proposta explorada pelo grupo. Um trabalho utilizando-se de muita criatividade, efeitos especiais de iluminação, áudio, vídeo, recursos de dramaturgia e cenografia %u2013 a fim de transpor todas as barreiras da negatividade, e ainda, transformar o senso comum. O primeiro álbum já está sendo preparado com o título de %u201CDiversificando os Versos%u201D, onde todas as qualidades são mostradas, desde as letras até as instrumentais, feitas pelo próprio grupo e pelo produtor Cabeça, da Reverse Records. A faixa título do CD é exatamente a extração dessas potencialidades expressas em forma de música. A propagação dos ideais do H2P para a construção de uma sociedade de paz, mobiliza os esforços da gravação e publicação do primeiro álbum. A preocupação em preservar os valores do movimento cultural Hip Hop, em sua essência, também se fazem presentes nos objetivos. Resgatar é muito mais que remontar, é renascer para uma nova identidade, uma nova realidade. Tendo como base um movimento de mobilização de massas e aplicando o humanismo como filosofia para formar novos padrões para o Hip Hop, mostra-se necessário a partir do momento que uma cultura que não acompanha o tempo e seus novos anseios tende a morrer. A valorização diária que submetemos a cultura Hip Hop nas apresentações e no dia-a-dia faz com que ela passe a fazer parte da vida das pessoas. O massacre de informações audiovisuais negativas que o ser humano é submetido faz com que sua natureza extraia delas, inconscientemente, os piores aspectos, montando o caos social que nos encontramos. A valorização dos aspectos positivos faz exatamente o mesmo efeito, só que ouvindo, vendo e sentindo mensagens e ações positivas o homem promove o mesmo em sua vida, com as outras pessoas e com o ambiente que estão intrinsecamente ligadas, expostas por uma unicidade de ser e meio. Empenhados na propagação do %u201Cpositivo%u201D, em consenso das necessidades que o mundo tem, os quatro jovens habitantes da cidade de São Paulo %u2013 Brasil fundaram em novembro de 2000 o %u201CH2P%u201D %u2013 %u201CHip Hop Positivo%u201D, que desde então não parou, na busca pela paz mundial.

Playlists relacionadas