Hique Carminatti

EstiloPop Rock
Cidade/EstadoCanoas / RS
Plays145.039plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesLeandro Jesus e outros 372 ouvintes
Fã-clubeLeandro Jesus e outros 40 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de Hique CarminattiHique CarminattiVoz, Violão, Guitarra Base

Release

Hique Carminatti, cantor e compositor. Tem paixão pela música e começou cedo, aos nove anos de idade ganhou seu primeiro violão, onde aprendeu suas primeiras notas músicais ensinadas pelo seu pai Paulo Ricardo Carminatti. Sem ter como fazer aulas de música foi aprendendo sozinho como tocar e cantar, com muita força de vontade e paciência para aprender. Com o tempo o violão de cordas de nylon já não satisfazia a sua vontade, pois via seu pai tocar uma Craviola Giannini (violão de 12 cordas) com cordas de aço formando um som muito melhor que o seu violão. Então deixou o violão de nylon de lado e começou a tocar a Craviola, o que era muito difícil, pois era pequeno e não conseguia executar as notas muito bem, mas naquela época ele já sabia que os calos nos dedos e as cãibras nas mãos não eram apenas um passa tempo, era um dom que estava florescendo.

Com 12 anos de idade pediu aos seus pais uma bateria, pois eu era fascinado pelo instrumento, porém nunca havia tocado. Era um absurdo o pedido, pois eles não tinham condições de compra-la. Mas com muito esforço de seu pai e de sua mãe o instrumento foi adquirido e sem ter nenhuma aula já começou a toca-la.

O tempo foi passando e seu pai foi me dando mais apoio, comprou um violão Menphis para tocar as missas da Igreja de Nossa Senhora do Caravággio em Canoas e Hique Carminatti o acompanhava. Entreu para o grupo de jovens do CLJ da paróquia onde ele também tocava nas tardes dos encontros, aprendendo muito sobre música com Michel Correa, seu padrinho de crisma que era músico e tinha uma banda. Hique Carminatti juntamente com seu pai e Michel Correa tocavam muitas missas com banda completa, também em alguns shows de talentos e festas particulares. Então com essa experiência que foi adquirindo, dos 13 anos até os 15, começou a receber convites para tocar em outras bandas como a The Mode. Mais tarde começou a comandar a equipe de cantos do movimento do ONDA da Caravággio ensinando os jovens a tocar e liderando as apresentações e missas, também fazendo músicas e composições. Ao mesmo tempo foi convidado para entrar na banda Decline.

A banda Decline foi criada para participar de um concurso colegial de bandas realizado pelo Kzuka e pela Pepsi onde a maioria dos integrantes da banda deveriam ser colegiais. A formação da banda contava com quatro integrantes colegiais e Hique Carminatti que já havia se formado no Ensino Médio. Eram sete bandas finalistas que abriram o show dos Raimundos e Detonautas no Pepsi on Stage, e nesse show, os jurados Digão (Raimundos) e Tico Santa Cruz (Detonautas), escolheriam a melhor banda. A Decline ficou entre as sete melhores e abriu o show mas não foi a vencedora.

Depois do concurso deixou a Decline em 2010 e no mesmo ano entreu em um projeto no estúdio Marquise 51 em Porto Alegre com a cantora Paola Sanfer. Neste projeto apenas tocaria os violões e back vocal na parte acústica e bateria nos shows, ajudando na criação de músicas próprias, nas melodias e letras. Neste projeto ele conseguiu ampliar seus conhecimentos musicais aprendendo com as bandas Identidade e Acústicos e Valvulados que ensaiavam no estúdio e eram seus conhecidos, também aprendeu muito com Vitor Teixeira, André Brasil e Wander Wildner. Mas o projeto não durou muito devido a dificuldade de entrosamento dos integrantes.

Com toda essa experiência do último projeto, conhecimento amplo sobre instrumentos e melodias e mais de 100 músicas compostas, resolveu começar um projeto solo com músicas próprias e tendo o Pop Rock como estilo principal.
Em uma parceria com Paulo Feijó, Rodrigo Pires e Vinícius Tupeti gravou no Estúdio Origens seu primeiro CD de nome: “Simplesmente”. Este projeto foi lançado pela gravadora Vertical de Caxias do Sul e contém 10 músicas, todas compostas pelo cantor (melodia e letra).

No CD "Simplesmente" Hique Carminatti mostra dez músicas no estilo Pop Rock que destacam a emoção e o romantismo do cantor, elas falam sobre o amor a amizade e a poesia de uma simples mente jovem.
Produzido por Rodrigo Pires, Paulo Feijó e pelo próprio Hique Carminatti o CD começa com a "A hora pra voltar" que retrata o pensamento de um jovem em um de seus momentos de decisão. A música "O sol do sábado de manhã" é uma grande história de amor em um sábado de sol.

Playlists relacionadas

Contrate

Paulo Ricardo Carminatti

(51) 3077 - 0572 | (51) 8206 - 0537https://www.palcomp3.com.br/hiquecarminatti/