Babilônia Tropical

Hugo Guedes

Babilônia Tropical
Hugo Guedes

babilônia tropical
Letra e música: Hugo Guedes
Intérprete: Hugo Guedes


anjo caboclo pediu proteção
santo barroco baixou no sertão
e lá no terreiro a divindade sideral

Fez uma prece em tupi-iorubá
galiziano-nagô-karajá
anunciando a tempestade, o temporal

que o vento vai levando a vela pro mar
levando mais do que pensava levar
maracatu samba de roda capoeira berimbau
e o vento vai levando a vela pro mar
como se fosse necessário chegar
ao porto dos desajustados, babilônia tropical

vai resistindo o guerreiro zumbi
numa senzala ou nos morros daqui
transforma a dor em alegria, carnaval

ergue confusos barracos, babel
becos e escadas invadem seu céu
faz da favela seu quilombo ancestral

e o vento vai levando a vela pro mar
ao som de lia de Itamaracá
maracatu samba de roda capoeira berimbau
teu mastro ziguezagueando no ar
tenaz antena captando o lugar
o cais o caos a causa dessa babilônia tropical

várias bandeiras num mesmo país
cores e crenças, diversos Brasis
um povo que faz da diferença um ideal

segue a história em pleno vapor
desgovernada e sem condutor
atropelando sonhos, vidas - vendaval

Músicas mais acessadas

Fotos (12)

Release

O Balaio Geral existe a 10 anos. Além do trabalhop desenvolvido com Hugo Guedes, a banda também desenvolve um trabalho solo, instrumental. Todos os músicos tem formação musical e participação em vários cd's e shows.
Participaram de vários festivais dentro e fora do estado, entre eles:
Festival Coração de Estudante (Ouro Preto), com a canção “Música dos Ventos” de Eduardo Mendes.
I Festival de Artes de Betim/2000, onde conseguiu alcançar o primeiro lugar com a música “Todo Tempo do Mundo” de sua autoria.
Mostra Cauê de Arte Popular (2003) finalista com a canção “De cor”, também de sua autoria.
Conexão Telemig Celular de Cultura, finalista na amostra em Betim.

Alguns shows:

Festival de Inverno de Itapecerica-MG. (Com Alceu Valença)
Aniversário da Casa da Cultura, Betim. (Com a banda Cálix ...

Continuar lendo>>