Imagem de capa de Jéssica e Juliana

Jéssica e Juliana

EstiloSertanejo
Cidade/EstadoTatuí / SP
Plays3.390plays

Comunidade

OuvintesJosilenesilvajs171 e outros 888 ouvintes
Fã-clubeJéssica Santos e outros 1 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Release

O semblante de meninas pode facilmente enganar. Apesar da pouca idade, as
irmãs que formam a dupla Jéssica & Juliana já cantam juntas há 18 anos.
Em 2019 fizeram uma pequena mudança nessa trajetória, mudando o nome da
dupla, de “Jéssica & Jennifer” para Jéssica & Juliana, fechando assim um ciclo de muito
aprendizado e vitórias para o início de outro, com novos projetos, novos ideais, mas
com a mesma essência e verdade.
No estilo de cantar e tocar as irmãs trazem influências de várias gerações do
estilo sertanejo, desde o raiz, anos 90 até os sucessos atuais. Cantando e encantando,
fazendo jus ao lema “Misturando influências, sem perder a essência”. A dupla vem
conquistando públicos de todas as idades e gostos pelo Brasil à fora.
Um grande diferencial de Jéssica & Juliana é sua identidade musical. Além de
cantarem, compõem, Jéssica toca viola caipira, sanfona e violão, Juliana também toca
violão e fazem um dueto diferenciado, onde as duas cantam em primeira e segunda
voz, revezando.
Outro diferencial é que a dupla oferece dois formatos de show diferentes a seu
público e contratantes. Um na linha mais comercial, trazendo autorais e grandes
sucessos sertanejos do momento. Misturando outros estilos, mas sem deixar de lado a
essência, com o “momento buteco” e “anos 90”. E o show “Raízes sertanejas”, para os
apreciadores da boa música de raiz. Em um repertório selecionado à dedo, trazem
grandes clássicos da música caipira e o tão afamado “modão”. Um show voltado mais
para eventos culturais e tradicionais.
Jéssica & Juliana foram reveladas em Itapetininga-SP, onde tudo começou,
cantando na feira livre. Daí em diante, não pararam mais, conquistando toda região.
Em 2005, elas seguem para a capital paulista com a família em busca de
oportunidades. Na época somente a Jéssica conseguiu participar do programa Raul Gil,
devido a idade da Juliana não ser compatível com o quadro, a irmã participou como
cantora solo. Depois de cinco anos morando e trabalhando em São Paulo, "na raça"
(como elas mesmas dizem), enfrentando muitas dificuldades e adquirindo muito
aprendizado, Jéssica & Juliana voltam para Itapetininga, reencontrando suas raízes,
solidificando a identidade musical da dupla e dando sequência ao trabalho por toda
região.
Em 2012, gravaram seu primeiro CD, com 10 canções inéditas, todas compostas
pela Jéssica. Nessa época começam a divulgar com mais intensidade o trabalho na

internet, o que foi abrindo o leque para um público maior. No mesmo ano, começam a
surgir as primeiras oportunidades na TV. São convidadas a participar do programa No
Alto da Serra (Canal Rural), Tempero Caipira (TV Século 21), entre outras atrações na
mídia regional.
De 2014 em diante o espaço em rede nacional começa a se abrir na TV aberta,
através de programas como Terra da Padroeira (TV Aparecida) e Viola Minha Viola
(TV Cultura). Nesse mesmo ano, em mais um projeto autoral e agora com algumas
parcerias, lançaram um CD acústico, intitulado “Essência”.
À partir daí diversos outros programas entraram para o currículo da dupla, tais
como Bom Dia Campo (Canal Rural), Bem da Terra e Dia Dia Rural, ambos no canal
Terra Viva (pertencente ao grupo Bandeirantes de Comunicação), Estação Sertaneja
(Rede Família) dentre outros na mídia regional de SP,MS,SC e etc...
Em 2015 houve um grande divisor de água na carreira da dupla. Elas
participaram do programa Esquenta (Rede Globo) e foram finalistas do concurso
Esquentanejo, que revelou novos talentos da música sertaneja. Em sua primeira
participação no programa, a próxima fase foi garantida com votação unânime. Entre os
jurados a dupla Chitãozinho & Xororó, que se surpreendeu com o talento "das
meninas" e citaram a importância e falta de mulheres na música sertaneja. Artistas
como Cézar Menotti & Fabiano, Péricles, Projota, Leandro Sapucahy, Xandy de
Pilares, Sorriso Maroto, Arlindo Cruz e o produtor Dudu Borges também foram só
elogios à dupla.
Muitas portas se abriram à nível nacional, shows em outros estados, o respeito
no meio sertanejo, reconhecimento do público de um modo geral e de grandes artistas
que sempre foram referências para a dupla. Na final do mesmo ano foram
homenageadas com a Medalha de Mérito Teddy Vieira na Câmara Municipal de
Itapetininga/SP. Uma honraria concedida à artistas e personalidades que elevam o
nome da cidade pelo Brasil à fora.
Em 2016 Lançaram seu primeiro Clipe com a música “Meu diamante”.
Dentre as participações na mídia estiveram também no programa Aparecida
Sertaneja, (TV Aparecida), Mulheres (TV Gazeta), “Odair Terra” (TV Aparecida) , “Viva
à vida” (Rede Vida), Festa Sertaneja (TV Gazeta) programa Padre Alessandro Campos
(REDETV), Brasil Caminhoneiro (SBT),Tribuna Independente (Rede vida) e Globo Rural
(Rede Globo).Deve se destacar também o programa de rádio Siga Bem Caminhoneiro
apresentado por Sérgio Reis.
Final de 2017 foi marcado pelo lançamento da música de trabalho e clipe
“ESCOLHAS ERRADAS”, que trouxe muitos resultados positivos, com grande aceitação
do público e mídia. Em 2018 lançaram o EP acústico, disponível em todas as
plataformas digitais, com 7 canções, entre inéditas e regravações, composições de
Jéssica, Juliana e alguns parceiros.
Artistas com os quais a dupla dividiu o palco e abriu shows em grandes eventos,
rodeios e festivais: Chitãozinho & Xororó, Maiara & Maraísa, Simone & Simária,
Loubet, Jads & Jadson, Di Paullo e Paulino, Fernando & Sorocaba, Mayck & Lyan,
Bruninho & Davi, Sérgio Reis, As Galvão, Milionário & Marciano, As Marcianas, Gaúcho
da fronteira, entre outros...

Para o final de 2020 a dupla planeja novidades para esse novo ciclo na carreira e conta
com o apoio dos amigos, fãs, parceiros e contratantes pra levar muita alegria e música
boa por esse Brasil à fora. Lançam o novo projeto Pocket DVD "No Rancho", que conta com a participação do Cantor Gabriel. São 4 músicas autorais e 6 releituras de grandes clássicos sertanejos.

Playlists relacionadas