Jorge Foques

EstiloRegional
Cidade/EstadoPorto Alegre / RS
Plays25.398plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

Ouvinteselivelto adriana e outros 122 ouvintes
Fã-clubeArcei Cardoso e outros 31 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release


AyÒ em Iorubá, significa ?Alegria?, ?Felicidade?. De concepção de
Jorge Foques este novo trabalho mostra as composições próprias
interpretadas em português e em línguas africanas, com sonoridade
diferenciada e com coreografias específicas mostrando que o ritmo
africano é uma importante fonte de pesquisa e de cultura utilizando palavras
apropriadas e incorporadas ao nosso léxico.

Jorge Foques atuou com Produto Nacional, Soul Brasil (Ivo Meireles),
Ultramen, Grupo Batida de Rua, Cia de Dança Brazil Estrangeiro, Julian Jr. Marvin
(Waillers), Paulo Dionísio, Dj Piá, Luis Vagner, Jah Mai, GibaGiba, Grupo Sem
Fronteira, Grupo Folcloamérica, entre outros.

Criou e produziu os espetáculos: O Poeta Marginal (Bar Opinião/POA, em
nov/87), A Cerimônia da Corte (Teatro da Assembléia Legislativa/POA, em maio/88),
A Dança dos Mestrais (Bar Opinião/POA, em out/88), Panis Et Circenses (Cia de
Arte/POA, em nov/88), Yoga Ocidental (Porto de Elis/POA, em abr/89), O Violino
Negro (Teatro Renascença/POA, em jul/89), Cultura Rag com lançamento do CD
(Teatro Bruno Kieffer em Dez/97), Workshow (Rock in Rio Café/RJ, em maio/99),
Cultura Rag (Thumbs Up em Jun/2000), Nós (Centro Cultural Uranus/SP em
dez/2002) Nossa América (Teatro da Ceee/POA em out/2004), Tomou Conta da
História (Teatro Renascença/POA em out/2004), Jorge Foques
e Convidados (Teatro de Câmera/POA em out/2004 e no
Teatro de Arena em ago/2005), Afrika Language (Solar dos
Câmara em set/2006 e Teatro de Câmara Tulio Piva em
abr/2007 e Teatro Bruno Kiefer em dez/2007), Bombada
(Sto.Ant.Patrulha-RS em 2008), Ayò (concepção
2009).

Playlists relacionadas

Contrate

Home