Imagem de capa de Juan Pais
Juan Pais

Juan Pais

EstiloIndie
Cidade/EstadoMarília / SP
Plays93plays

Comunidade

OuvintesGabriel Bonotao e outros 3 ouvintes
Gabriel BonotaoGabriel BonotaoGabriel BonotaoGabriel Bonotao
Fã-clube e outros -1 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Release

ESCAPISMO E ISOLAMENTO: CONHEÇA O EP “MUROS”, DE JUAN PAIS

Entre sentimentos que transbordam e um isolamento ao qual o mundo foi condicionado durante o ápice da pandemia de COVID-19, nasce Muros, o primeiro EP do cantor e compositor Juan Pais, escrito e produzido como uma válvula de escape para esse misto de situações. Lançado no último dia 7 de outubro em todas as plataformas digitais, Muros traz três faixas produzidas e escritas pelo paulista1 , traçando uma breve jornada por referências que partem do pop dos anos 90 ao bregafunk.

Após dois singles lançados (“Ilhado”, em 2020, e “O Que É Real”, em 2021), Juan Pais retorna para mostrar um pouco mais de seu trabalho enquanto produtor e compositor independente. As faixas presentes no EP Muros são um reflexo não só das suas experimentações – partindo da mistura do drum ‘n bass, atravessando o synthpop, bregafunk e música industrial dos anos 90 – mas como também são uma tradução significativa das experiências vividas durante o processo de, nas palavras do próprio cantor, “enclausuramento 1 Faixas 1 e 3 coescritas por Marcelo Duarte e José Aldo, respectivamente. compulsório” entre as paredes de sua casa e um término de relacionamento que deixou certo rastro de saudade. O título Muros é a expressão máxima de tais vivências e da vontade de Juan em entregar um material inédito que proporciona um pop divertido e introspectivo na mesma medida. No período de alguns meses, as três canções que compõe o EP foram produzidas e finalizadas pelo cantor enquanto ele descobria as ferramentas do programa FL Studio. A faixa de abertura, “sinal”, é um convite para o mundo de Muros, com uma progressão empolgante em seus synths, pitadas do duo russo t.A.T.u, drum ‘n bass nacional e uma letra sobre reencontros pós-pandêmicos, contando com a co-escrita de Marcelo Duarte, amigo de Juan. A segunda canção do EP, “sinto sua falta”, é um trap-pop com bastante inspiração nas baladas da cantora Rihanna em seus primeiros trabalhos em 2006, uma confissão sobre a marca dolorosa que a ausência de um relacionamento que já acabou pode causar. Para fechar o trabalho com ritmos diferentes e uma letra bem à brasileira, a radiofônica “hoje eu não quero saber”, co-escrita por José Aldo, exibe um Juan que se joga no bregafunk e synthpop, despreocupado com o que já aconteceu em sua vida nos últimos meses. O EP está disponível para ouvir nas mais diversas plataformas digitais, contando também com material visual criado por Eduardo Maziero, da Dandelion, sendo um primeiro contato excelente para quem quer descobrir um novo nome na cena musical independente brasileira. Pegue os fones de ouvido, segure bem o coração e adentre os Muros de Juan Pais!

Playlists relacionadas