EstiloBrega
Cidade/EstadoSalvador / BA
Plays33.848plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver todos os álbuns
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesMarcos Machado e outros 25 ouvintes
Fã-clubeAdilso Evandro Vinciguera e outros 20 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de GilvanGilvanGuitarra
Imagem de RhenssonRhenssonTeclado

Release

Release de Kelly Cristina

Kelly Cristina nasceu no dia 09 de outubro de 1981, nativa de uma simples e ao mesmo tempo, encantadora Ilha, denominada Paty, distrito de São Francisco do Conde-Ba.
Aos 07 anos de idade Kelly Cristina dá os primeiros passos rumo a construção de uma carreira musical, cantando com sua mãe Janisse, sempre acompanhadas pelo toque de bandolim do seu padrasto Arivaldo.
Extrovertida, ela conquistava a atenção de amigos e familiares, moradores e veranistas, mas não importava quanto intensa estivesse a recreação, logo que ouvia seus pais afinarem voz e instrumento, ela deixava as brincadeiras com seus coleguinhas para cantar em rodas de samba ou serenatas que costumavam acontecer nos finais de semana.
Kelly Cristina não se continha ao ver o som do bandolim, cavaquinho e do violão e logo dava um jeitinho de cantar e encantar a todos com o seu talento precoce. Assim, sua mãe percebeu que o seu empenho e interesse só cresciam e como não haveria de ser diferente, procurou dar cada vez mais oportunidades para ela.
Kelly Cristina cresceu ouvindo os comentários de sua mãe acerca de quão bonito ela acha uma mulher tocar violão e a partir dos estímulos de alguém que sempre foi para Kelly um exemplo de coragem e determinação, a jovem resolve aprender a tocar violão.
Assim, aos 12 anos, pede para um amigo (Antonio), a ensinar os segredos das notas musicais, a princípio ele se nega e diz não poder ensiná-la por conta das suas atividades. Mas a garota não desiste, prossegue a pedir durante algum tempo, até que um dia, o amigo olha para ela e diz: “menina você não desiste? ” E Kelly Cristina responde sorrindo: “eu não desisto eu insisto até consegui”.
Com seu jeito de viver e sinalizar o caminho pelo qual pretendia percorrer, ela inicia seus primeiros passos para uma difícil trajetória profissional de buscas constantes por amadurecimento e técnicas que visam instrumentalizar seu trabalho e aprimorar cada vez mais os seus conhecimentos.
Não demorou muito para que ela começasse a compor belas canções. Em 1998, quando fazia voz e violão, é surpreendida por um convite de um visitante da Ilha do Paty, para cantar na Mib, banda de pagode de Salvador- Ba, onde deu inicio como Back Vocal, permanecendo por 01 (um) ano.
De lá para cá, a jovem cantora não parou mais, com um estilo próprio, sua presença de palco é notória. Sua voz inconfundível e seu jeito irreverente, logo surgiram outros convites.
Em 2001, na cidade de São Francisco do Conde - Ba, faz um teste para vocalista de uma Banda de Arrocha, não deu outra, assim que ouviu a voz da garota, o tecladista logo disse" Achei! Essa é a cantora que eu procurava."
E com essa união se criou a Banda de Arrocha Sintonia, nome dado por Jucilene, irmã de Kelly Cristina que sempre a apoiou nessas jornadas. Infelizmente a Banda Sintonia durou apenas um ano, devido a divergências entre os interesses dos participantes.
Em 2002, Kelly Cristina se torna a vocalista de outra Banda de Arrocha, dessa vez, em Candeias- Ba, “Um Sonho A Mais”, nome dado mais uma vez por sua irmã Jucilene. No Grupo “Um Sonho A Mais”, Kelly Cristina permaneceu por 05 anos.
Durante a sua permanência no grupo Um Sonho A Mais, Kelly Cristina viu surgir a oportunidade que almejava, pois havia um empresário interessado em investir na Banda. Outra vez as divergências de interesses dos participantes atrapalharam e ao perder a oportunidade, desanimada, a cantora resolve sair da Banda.
Em 2007, a Cantora resolve seguir carreira solo, convida alguns músicos para ajudá-la a gravar um CD, lançando seu nome, “Kelly Cristina - Falando de Amor - vol.03”, trazendo uma linha ainda mais romântica. Foi bem tocado na região do recôncavo mais infelizmente não teve o sucesso que ela esperava.
Ao longo desse período simultaneamente, a cantora participa do grupo de samba de roda “As Paparutas” da Ilha do Paty, no qual cantava e tocava contrabaixo. Um dado interessante é que a cantora aprende a tocar contrabaixo em prol de sua atuação nesse grupo.
Durante sua permanência no “As Paparutas”, Kelly Cristina participou da abertura dos shows de alguns artistas renomados, a exemplo: Dado Dolabela (Show na CODEBA-Comércio-Salvador-Ba); Broz (Show na CODEBA-Comércio-Salvador-Ba); Margareth Menezes (Show em Costa do Sauípe-Salvador-Ba).
Em 2013, se apresentou junto “Aa Paparutas” no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, no mesmo palco que Caetano Velo, Jorge Aragão e Djavan.
Kelly Cristina também fez parte do o grupo de MPB chamado “O Quinteto” de São Francisco Conde que era composto por Lú Santana, Denise Martins, Isabel Nogueira.
Mesmo com os convites de algumas bandas, nada foi fácil para ela, sempre batalhou muito, enfrentou diversos problemas, foram muitas idas e vindas, nas rádios locais, em busca da divulgação de suas músicas, do investimento de empresários que pudessem patrocinar sua carreira, todavia, as “portas” estavam sempre fechadas.
Inúmeras vezes, a jovem cantora precisou de maturidade para suportar as atitudes preconceituosas de pessoas que alegavam não investir em mulheres, pois, segundo os mesmos, não há público para esse segmento e os que se aproximaram, na maioria dos casos, tentaram se aproveitar das circunstancias. Para a cantora, em uma dessas ocasiões, escutou um comentário marcante, a seguinte afirmação: "Kelly você nunca vai sair disso, nunca vai chegar a lugar nenhum." Essa frase doeu tanto que durante um longo tempo Kelly Cristina decide parar de cantar. Esse tempo foi muito difícil, pois abdicou de seu sonho, seu dom, do que te dá mais prazer na vida.
Ao perceber que distante desse “mundo”, em que a música é o centro de suas ações e inspiração para vida, não seria feliz, buscando novas oportunidades, Kelly Cristina resolve se inscrever em um festival de MPB, em 04 de agosto de 2012, ela faz a inscrição e entre 600 inscritos a música que interpretava foi aprovada entre as 30 vagas.
Assim Kelly Cristina embarca nessa viagem e vai participar do Festival de Música de Tangará Mato Grosso, interpretando a música de um amigo e grande compositor Binho Nunes, chamada "Não vai dá Certo ” a cantora ficou com o terceiro lugar.
Ainda no ano de 2012, aconselhada por uma amiga, Kelly se inscreve em edital para participar de eventos que acontecem no Centro Histórico de Salvador - Pelourinho, depois de passar por algumas etapas, sua banda foi selecionada para se apresentar.

Nada neutraliza essa mulher, com determinação e ousadia, busca fazer de cada apresentação única e divulgar cada vez mais seu trabalho e assim ganhar espaço e o reconhecimento do público, e graças a esses shows originou a criação do seu primeiro Fã Clube.
Em 09 de abril de 2013, Kelly Cristina se inscreve em outro festival de MPB, dessa vez em Porto Seguro, o Festival do Descobrimento e mais uma vez sua canção foi aprovada entre as várias músicas inscritas.
Interpretando a música Povo Negro, do compositor Luthe Peixoto. Segundo a cantora, foi maravilhoso ouvir o povo vibrando diante da sua interpretação e pela beleza da canção. A voz do Povo é a voz de Deus! Kelly Cristina ganha o premio de Aclamação Popular.
Kelly Cristina é apaixonada por música, e o samba é sua primeira paixão, afinal, foi esse o estilo que deu início a tudo. Sempre que possível, ela da um jeito de também navegar nesse universo.
Graças a uma oportunidade de participar da seleção para grupos de Samba que surgiu no Centro Histórico de Salvador - Pelourinho, Kelly Cristina criou o seu Grupo de Samba “CRISTINA E SAMBA SINTONIA”, com característica principal o samba de raiz do Recôncavo.
Em 2014, Kelly Cristina decide gravar um novo Cd independente, o volume 05 de sua carreia, voltado para as composições autorais. Infelizmente sem êxito, pois faltava patrocínio para realizar a divulgação do Cd. Frente às circunstâncias, Kelly Cristina deixa de pensar em gravar um novo Cd durante quase dois anos.
No inicio de 2016, Kelly Cristina decide gravar um novo Cd independente. Inicia-se uma nova etapa da trajetória dessa Cantora, a qual até aqui não foi detida por nenhum obstáculo, sem empresário, mas com determinação e resiliência, Kelly Cristina está elaborando o Cd junto a sua equipe e gravadora há alguns meses e se prepara para o lançamento em outubro de 2016.

Playlists relacionadas

Contrate

kelly cristina

(71) 8899 - 4622 | (71) 8213 - 8440http://www.kellycristinadoarrocha.com.br