KERÉTOIgualmente
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
cancelar

Seu comentário foi publicado. Visualizar

Iniciando música ~ em
    1 / 1

    Igualmente

    KERÉTO

    IGUALMENTE

    Eu não me atrevo a dizer que devo andar sozinho
    Eu não crio atalhos por medo de errar o caminho
    Eu me reinvento se o mundo insiste em conspirar contra mim
    Eu não me contento quando só o tempo dita
    Eu não me atenho a perguntas que não tem respostas
    Eu não me apego a tentar prever o que virá
    Eu não me espelho em pessoas que só veem por fora
    Eu não sou adepto a um viver unilateral
    Somos todos reticências, entre crenças e ideias
    Sou distintamente igual a você
    Mesmo um eremita necessita de um deserto amigo
    Até as nascentes mais longínquas filtram-se igualmente
    “O que nos iguala não são virtudes ou defeitos
    Erros e acertos, credo ou cor
    O que nos iguala são os traços da nossa diferença identitária
    E não o caos arraigado da indiferença humana”
    Somos todos reticências, entre crenças e ideias
    Sou distintamente igual a você
    Mesmo um eremita necessita de um deserto amigo
    Até as nascentes mais longínquas filtram-se igualmente

    Músicas mais acessadas

    Fotos (1)