Ladrão

Cidade/EstadoJuiz de Fora / MG
Plays3.506plays

Comunidade

OuvintesWALTHER RODRIGES e outros 3 ouvintes
Fã-clubeBeta Aere e outros 20 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de Daniel VitarelliDaniel VitarelliVoz, Programações, Bateria
Imagem de Guiga HansenGuiga HansenTeclado, Guitarra
Imagem de Formiga Formiga Baixo

Release

Por Leandro Souto Maior, outubro de 2009

Roubando melodias, batidas e grooves sem fronteiras, a verdadeira liberdade de expressão.

A primeira impressão é a de que você já ouviu alguma dessas melodias, batidas ou grooves antes. Porém, nunca desta forma, mixadas e recicladas com tamanha originalidade que a sensação torna-se um déjà vu de algo nunca antes experimentado. Pura vanguarda nostálgica. É mirando neste alvo altamente contemporâneo que o trio Ladrão chama mais que sua atenção. Ouvidos para o alto, o trio leva corpo e mente, que como um todo, inevitável, saem do chão no ritmo de seus beats, bytes, válvulas e guitarras espaciais. É abusando da mistura, escancarando o óbvio - que neste mundo atual, mix de real e virtual, nada é de ninguém e tudo é de todo mundo - que o Ladrão ocupa o lugar que é só dele. O som sem rótulos, conexão de gêneros, das linguagens da música eletrônica a uma atitude rock n? roll, produto de um pouco de tudo o que está no ar, é a prova de que a monocultura não é ruim apenas para o solo, mas também é prejudicial à cabeça. \"Nem todo mundo que me ouve entende o meu recado / O do samba é sempre sorrir, o do rap nunca mentir, abrir seus olhos / Do partideiro à malandragem, o reggae busca a liberdade / Eletrônico fusão hardcore reação\", disparam em Poesia de liquidificador.

O cérebro eletrônico do mineiro universal Daniel Vitarelli (bateria, voz e bases) é o ponto de partida dessa proposta que vem pilhando o Brasil e o mundo. Os gringos da revista espanhola Computer Music e dos sites Download.com (EUA) e Musicazo (Espanha) já foram saqueados pela pulsação tupiniquim-globalizada do grupo. \"Minha levada tem estilo / eu não me prendo a nada\", definem em A Paz não está perdida. Afinados com este desbravar de fronteiras, Ladrão apresenta suas armas: os bons elementos Guiga (guitarra e Sinth EFX) e Formigão (baixo) respondem por processo criativo em primeira instância e imprimem suas iniciais em cada compasso.


O primeiro passo acaba de ser dado. O EP É tudo nosso enquadra em seu título ao que veio a banda. As batidas desconstruídas, liquidificadas, chamam a atenção para os novos conceitos sobre liberdade de informação e rediscutem a propriedade intelectual. \"O apropriamento é quase indébito / O resultado é um mistério\", bombardeiam na faixa Roubando melodias, batidas e grooves. As letras fortes e engajadas são pólvora pura. \"Do meio da fumaça vou saindo inacreditavelmente / Sou Ladrão da paz, um mensageiro bem diferente / Vendo a luz no fim do túnel, confiando na inteligência / Agindo com cautela, vou aprendendo com a vivência\" (Saindo da fumaça). B. Negão agrega munição e rimas ao trabalho, e instiga a \"Te levar, te elevar / Te fazer refletir, te fazer pensar\" (Deixa a batida te levar).

Procura-se ouvidos atentos e antenados ao novo. É o seu caso? Então,já era! Seu tempo à procura das melodias, batidas e grooves mais que perfeitos terminou.


Contato para Shows: Fabricio Leitão - 55 21 7858-5903 ID 83*51548 - Email - fpleitao@gmail.com

Venda de CDs - ladrao@gmail.com

Email:: ladrao@gmail.com
URL:: http://www.myspace.com/ladrao

Playlists relacionadas

Contrate

Thiago Fraga 55 21 96443-3901 (Nextel)

(21) 6443 - 3901 | (21) 6443 - 3901http://www.myspace.com/ladrao