Lílian Nunes

EstiloMPB
Cidade/EstadoBelo Horizonte / MG
Plays90.796plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

OuvintesGléuber Venâncio e outros 121 ouvintes
Fã-clubeRoselves Alves e outros 89 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

LÍLIAN NUNES LANÇA CD FOI AGORA

Com longa estrada e frescor de juventude, Lílian Nunes traz a público o seu primeiro cd, Foi Agora, pelo selo independente Bangalô, com direção musical de Flávio Henrique.

São mais de 20 anos cantando nas noites de Belo Horizonte, em outros céus do Brasil e fora dele. Ars Nova, Júlia Pardini, Ouro de Tolo, Tattwa, Insight, Boca de Sino, Minas Jazz Orchestra, O Blefe, Bibelô, Zeeper e a Dib Six dos áureos tempos foram alguns dos grupos que tiveram Lílian Nunes como cantora. Com a Dib Six, fez mais de 400 shows e ganhou a bagagem necessária para a ótima performance por esses palcos de meu Deus.

Se o palco é uma de suas casas, não é exagero dizer que o estúdio é outro endereço certo para se encontrar com Lílian Nunes. Profissional da voz, é com ela que corre mundo, seja ali pelo dial, nos muitos jingles dos quais participa; seja na sua faceta mais conhecida de locutora ou na porção atriz de campanhas publicitárias, mas que também deu vida a uma elogiada Joana (Medéia) em Mulheres de Hollanda, musical dirigido por Pedro Paulo Cava.

Para aqueles que vêm acompanhando a trajetória de Lílian Nunes, o coroamento, fruto da maturidade, chega com o lançamento de seu primeiro cd, Foi Agora, dia 22 de novembro de 2007 no Teatro Alterosa, em Belo Horizonte.

Curiosidade é o que não falta para conferir (e ouvir) o que a cantora propõe nas 12 faixas do disco, que tem direção musical de Flávio Henrique e participações muito especiais de Chico Amaral, Fernanda Takai, John Ulhôa, Pedro Morais e Leo Minax, além de um time de tirar o fôlego: Ricardo Fiúza (pianos e teclados), Serginho Silva e Bill Lucas (percussão), Paulo Márcio (trompete e fluguel), Marcos Flávio (trombone) e Sérgio Rabello (violoncelo) chegam pra complementar as ótimas bases, criadas pelos músicos Léo Pires (bateria), Adriano Campagnani (baixo) e um inspiradíssimo Rogério Delayon (violão, guitarra, dobro, banjo, viola de dez...).

FOI AGORA

Primeiramente, há que destacar que boa parte do repertório é assinada pelo compositor Magno Mello, de Brasília, que tem na voz de Lílian Nunes a interpretação de sete faixas de sua autoria. Sobre isso, é o próprio compositor quem fala: é uma honra muito grande ter sete músicas no repertório de uma cantora do porte da Lílian. Ainda mais por estarem inseridas em seu cd de estréia. E também uma grande surpresa, pois jamais esperaria por isso, mesmo ela sempre tendo falado que gostava do meu trabalho. Acho isso um caso muito sério; uma coisa é falar que gosta, e até gostar, mas gravar uma canção é tê-la como sua, é comungar com o compositor em seu momento de criação.

De Magno Mello foram escolhidas Sobre o Chão, com um arranjo a la Steve Martin; a deliciosa Dia-a-Dia, na qual Adriano Campagnani incorpora Jaco Pastorius; Caminho Reto, um flerte com o baião, ainda que metalizado com as guitarras nervosas de Delayon (a preferida entre todas de Magno Mello); a balada Canção para Voar, o auge da beleza, também segundo Mello, que ganhou versão em espanhol de Leo Minax; Poço sem Fundo, que tem o auxílio luxuoso dos loopings e efeitos de John Ulhôa; Foi Agora, blues apaixonado com timbres especiais de dobro e banjo; e Tambor, parceria com Pedro Morais que abre o disco em grande estilo e traz o arranjo predileto de Flávio Henrique – com requintado solo de trompete de Paulo Márcio e direito a um grito irresistível de Kadu Vianna. Um verdadeiro convite a ouvir todo o resto. E rápido.

Rodolfo Mendes, parceiro de longa data, também chega junto com a (sempre) dançante Avesso, com arranjo inspirado na guitarra baiana de Davi Moraes e Armandinho. Chico Amaral contribui com uma balada adolescente, na definição do próprio, que Lílian desenterrou há mais de dez anos. Consagrado pelo sax, é no piano e na voz que Chico também presenteia a cantora com sua inédita participação em O vento varre as folhas da rua.

Flávio Henrique não fica atrás: Maravilhoso Mundo de Raquel, um casamento Mutante com Beatles, ganha a gentil presença de Fernanda Takai e um solo progressivo de Delayon na guitarra final; Um love leve, uma parceria com Vander Lee, forte candidata a hit com vocais pra ninguém botar defeito: Beto Reis, Denise Reis, Kadu Vianna e Cláudia Assunção. Também é de Flávio Gato de Armazém, um samba bem humorado que compôs em parceria com o jovem Antônio Loureiro, compositor que anuncia um futuro brilhante como instrumentista e criador.

Foi agora, a se julgar pelo resultado, podia ter muitos títulos inspirados em um repertório nada convencional num disco que mistura rock, pop, jazz, samba, progressivo sem jamais perder a linha. Podia bem chamar a culpa da beleza foi sua ou a arte está no dia a dia. Ou até mesmo caminho reto, mas aí seria reto demais... Foi agora, contudo, o torna atual para todo o sempre, porque, é fato, veio pra ficar na prateleira dos favoritos de quem gosta de música. Mas, se cabe aqui um subtitle, não poderia ser outro para o primeiro cd de Lílian Nunes: bate que volta música.

SHOW DE LANÇAMENTO E GRAVAÇÃO DO DVD FOI AGORA

Para o lançamento do cd Foi Agora e gravação do DVD, Lílian Nunes escolheu o Teatro Alterosa e uma data mais que especial: 22 de novembro, dia do músico e de Santa Cecília, padroeira da música. Para acompanhá-la, Rogério Delayon (violões e dobro), Cláudio Moraleida (guitarra), André Café (teclados), Felipe Fantoni (baixo), Binho Carvalho (bateria) e Serginho Silva (percussão). As participações de Flávio Henrique, Pedro Morais, Sarah Assis, Kadu Vianna, Beto Reis e Rodolfo Mendes enriqueceram a estréia que recebeu preciosos elogios.

" Lilian, ontem fiquei emocionada com vc... Poucas vezes em minha carreira ( e olha que tenho 47 anos de estrada!) sentí essa explosão que vc passa no palco! Sua presença é incrível, seu timbre de voz maravilhoso, firme e incisivo, passa todas as mensagens... O repertório é primoroso e adequado. Creia, fiquei sua fã instantânea! O Baioque, música de minha predileçaõ desde a infância, ficou linda na sua interpretação. Eu nunca tinha achado qualquer outra digna de nota porque quem gravou primeiro foi Bethânia, um dos meus maiores ídolos! Claro que comprei o CD e já o escutei hoje às cinco horas da manhã porque bato ponto às sete no Palácio das Artes. Um trabalho e tanto! Parabéns. Ontem não pude pegar seu autógrafo porque precisei saír mas qualquer dia passo na Bangalô e faço questão de tê-lo. A banda formada também é incrível, juntamente com os parceiros musicais que conheço de tempo e talento. Vá em frente, menina, não é todo dia que se descobre um diamante tão raro!!! Beijão, Cecília Barreto".

"Lilica , hoje eu vi um espetáculo que não me causou nenhuma surpresa. Porque eu sei do que você é capaz, porque eu acompanho e aprecio o seu talento, porque você é foda mesmo, porque você é merecedora e batalha pra isso. Porque você é caprichosa com todos os detalhes, porque você é detalhista, porque você, como eu , gosta de se cercar de gente competente. Porque você canta pra c*, é carismática, tem bom gosto pra escolher músicas e sabe até quebrar a sisudez do pretinho básico. Porque você é única pra mim. especial mesmo, sou e serei sempre sua fã de carteirinha (mesmo que vazia, ehehe). A emoção que senti por te ver ali, realizando um sonho tão difícil, tão custoso pra todas nós, foi enorme. Você soube conduzir com nobreza e saltar todos os obstáculos com leveza. Parabéns, tô aqui, vamos juntas! Beijos, Ana Cristina" .

"Lilian! Parabéns por tudo! O show foi exatamente como o disco: músicos muito competentes, pessoas super agradáveis e tudo feito com muito tesão! Parabéns por tudo e obrigado pelo convite! bjs!! Flávio Henrique".



Playlists relacionadas

Contrate

Bangalô Produções

(31) 3241 - 3323 | (31) 9983 - 8286http://www.bangaloproducoes.com.br
Home