LION JUMP

EstiloReggae
Cidade/EstadoVitória / ES
Plays119.108plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

Ouvintes e outros 69 ouvintes
Fã-clubeMiriane de Jah e outros 133 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de Elias SantosElias SantosVoz, Guitarra
Imagem de Wagner CidreiraWagner CidreiraBaixo, Backing Vocal
Imagem de Kassio Gomes Dalla BernardinaKassio Gomes Dalla BernardinaPercussão, Guitarra Base
Ver mais integrantes

Release

A Banda Lion Jump surgiu em janeiro de 2001, com o propósito de executar o melhor do ‘roots reggae”. No início, o nome da banda era “Lion Jungle”, mas já em sua primeira apresentação, graças a uma “falha” gráfica por parte da produção do evento, a banda passou a ser apresentada, a partir de então, como a conhecemos hoje. Este nome caiu nas graças do grupo e de todo o público.
A banda é composta por: Elias Santos (vocal e guitarra), Wagner Bahia (baixo), Kássio “Gemada” (percussão), Karlo “Gemada” (bateria) Aderman Costa(trompete e flugelhorn) e Diego Mudinho (trombone). O Lion Jump vem conquistando seu lugar ao sol com credenciais de peso: foi eleita vencedora do primeiro Festival Capixaba de Reggae, lançou em novembro de 2004 seu primeiro CD “Soldado de Jesus”, contendo 12 faixas próprias, incluindo “Ciranda“ e “O Tempo”, músicas de grande aceitação por parte do público capixaba, com execução maciça nas rádios locais e vendagem de 8 mil cópias. Pouco tempo depois, a banda pôs o pé na estrada e foi para São Paulo, onde gravou a pré-produção do seu segundo CD, intitulado “Contra Babilônia”, com 13 faixas próprias, numa fase mais voltada para o “Dub”.

A banda foi influenciada por: Bob Marley, Peter Tosh, precursores do “roots reggae”; Augustus Pablo, grande expoente do “Reggae-Dub”; Gladiators; Israel Vibration; Steel Pulse e muitos outros nomes do reggae mundial, além, é claro da forte influência de clássicos do “rock‘n roll”, como The Beatles, Pearl Jam, dentre outros. A banda teve ainda o privilégio de tocar com figuras expressivas do reggae nacional e internacional, como Pato Banton, Tribo de Jah, Edson Gomes, Adão Negro, Planta e Raiz e Ponto de Equilíbrio e tantas outras.
O quinteto encontra-se, no momento, em fase de finalização de seu segundo CD, intitulado “Clássicos da Favela”, baseado na pré – produção de “Contra Babilônia”. Este novo trabalho aposta em 12 faixas com nova roupagem, sendo quatro delas inéditas, como “Se Não Houvesse Confusão”, em que se mesclam as mensagens de paz e igualdade, com o peso das guitarras e a marcação pulsante da “cozinha” e dos metais. Esta obra conta ainda com participações expressivas de artistas de renome do cenário músico-cultural capixaba, como o já parceiro Alexandre Lima (Manimal) e Fabrício Chattola (Beatbox, dos “Suspeitos na Mira”).

O Lion Jump conta, também, com um elemento fundamental para o êxito de seu trabalho: o carisma de seus integrantes, em especial do vocalista Elias Santos, cuja semelhança física com o Rei do Reggae Bob Marley cria um diferencial marcante no grupo. É óbvio que uma imagem, por si só, não é determinante para o sucesso ou insucesso de uma banda. Somente o retorno do público determina, de fato, sua popularidade neste segmento musical, fruto do talento de todos os componentes. Podemos apostar no crescimento do Lion Jump, cada vez mais evidente.


Playlists relacionadas

Contrate

Wagner

(27) 9902 - 8112 | (27) 8807 - 3752https://www.palcomp3.com.br/lionjump/