Imagem de capa de Lívia Mendes

Lívia Mendes

EstiloFolk
Cidade/EstadoBelém / PA
Plays531plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesGideone Rangel e outros 10 ouvintes
Fã-clubeLívia Mendes e outros 5 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Release

Natural de Belém do Pará, a cantora e compositora une pop, folk e música brasileira, misturando a ternura de sua voz à ironia romântica e ativista de suas letras. Residindo atualmente em São Paulo, já possui um EP e um álbum completo.

Seu lançamento mais recente é o single Cidade Cinza, uma resposta pra quem acredita que não existe amor em algum lugar. Com produção musical de Sapulha Campos, da banda Plutão Já Foi Planeta, a nova música tem um clipe-lyric-video poético e intimista que mostra Lívia e sua relação com a cidade onde mora.

Lívia reúne composições que atrelam existencialismo, liberdade, romance e ativismo feminista.Ao longo de seus cinco anos de carreira autoral, Lívia participou inúmeros de programas de rádio e TV em Belém, além de ser uma das artistas de destaque do programa Sons do Pará da TV Liberal, afiliada local da Rede Globo. Sempre se apresentando em diversos eventos, shows independentes e festivais da cidade, foi a cantora convidada para a abertura dos artistas nacionais Phill Veras, Anavitória, Vanguart, Ana Muller, Tiê e 5 a Seco. Unindo a experiência de gerir a própria carreira na cena independente, Lívia também atua como produtora cultural na realização de projetos que movimentam o cenário musical belenense.

O disco “Passarinhar” abre portas pra nova fase da carreira da cantautora, que assina a composição de todas as dez faixas. Gravado, mixado e masterizado no StudioZ em Belém, o trabalho contou com a produção musical da também cantora e multinstrumentista Camila Barbalho, que produziu e gravou o contrabaixo das canções.
Neste novo projeto Lívia se define mais madura enquanto compositora, além de assumir-se como instrumentista uma vez que gravou violão em quase todas as músicas. “É um álbum que fala muito de mim em todos os aspectos, já que estive imersa em todas as partes do processo.”

Se ouvido na ordem proposta, da primeira à última faixa, o disco conta uma história de amor, decepção, bad e, por fim, encontro com o auto cuidado e com a liberdade. Na palavras da artista: “Não é uma história necessariamente biográfica, mas com certeza é baseada em sentimentos reais.”

Playlists relacionadas