Imagem de capa de Diego Araújo
Diego Araújo

Diego Araújo

EstiloRegional
Cidade/EstadoPelotas / RS
Plays4.662plays
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesSjoabe e outros 371 ouvintes
SjoabeSjoabeSjoabeSjoabeSjoabe
Fã-clubeTatiana Pereira e outros 16 fãs
Tatiana PereiraTatiana PereiraTatiana PereiraTatiana PereiraTatiana Pereira

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de Lucas BarcelosLucas BarcelosBaixo
Imagem de Diego AraujoDiego AraujoVoz, Violão, Guitarra
Imagem de Ricardo PantanalRicardo PantanalViolão, Saxofone, Guitarra Solo
Ver mais integrantes

Release

Filho de Frutuoso Araújo, fundador da dupla que muito rapidamente tornou-se conjunto Os Serranos, Diego Araújo nasceu em berço musical. Do tradicionalismo gaúcho ao carnaval, Diego executou músicas de todos os gêneros e vertentes. Rock, chorinho, nativismo gaúcho, sertanejo, MPB entre outros. Exímio violonista, intérprete, arranjador, produtor e empresário, sua trajetória começa desde cedo antes mesmo de aprender os primeiros acordes dos instrumentos observava atentamente primeiro seu pai tocando impecavelmente o acordeom. Memórias não faltam de tertúlias em que acompanhavam seu pai Leopoldo Rassie, César Passarinho, Daniel Torres, Talo Pereira, Carlitos Magalhães, José Fernando Gonzales, Delcio Tavares, ou seja, suas referências musicais Diego Araújo desde cedo com eles conviveu. Anos depois quando iniciou a tocar profissionalmente tocou em canções premiadas em diversos festivais, consagradas nas vozes de grandes intérpretes da música gaúcha, entre eles Joca Martins, Roberto Martins, Bebeto Luçardo, Jari Terres, Florisnei Thomaz, Cristiano Quevedo, Luiz Marenco, Marcio Correa, entre outros.

Diego Araújo começa a sua historia musical profissional no Festival Terra e Cor de Pedro Osório em 1993, com 15 anos. Nos sete anos seguintes, todos os finais de semana do compositor e instrumentista (violão base e violão solo), defendeu suas canções ao lado do seu pai Frutuoso Araújo (diga-se compositor do Baile da Mariquinha e da instrumental Redomona, que rodou o planeta nos dedos e precisão de Renato Borghetti, dentre outros inúmeros sucessos), de Maurício Marques, os baixistas Rodrigo Rheinheimer , Kako Xavier e Negrinho Martins, o baterista Luke Faro, entre outros grandes instrumentistas do cenário gaúcho.

Embora herdeiro do legado Nativista e tradicionalista, Diego flerta com o Rock e a MPB, que em dupla com a Cibele Specht, tocaram ao vivo no programa Radar da TVE, no Grito do Rock (maior festival de rock das Américas), além de diversos bares e festas.
Apenas com seu violão e sua voz, Diego rodou o planeta, e por onde passou, tocou, cantou e encantou, entre os países que o músico apresentou-se, estão Grécia, em especial na sua imortal capital Atenas durante a Semana de Cultura Grega no largo da Acrópole reunindo-se com músicos franceses, gregos e italianos, experienciando um inusitado mas verdadeiro intercâmbio cultural e musical do Brasil Sulista, da França, Grécia e Italia em local não menos apropriado, pois ali este magico momento só pode ter sido obra daqueles poderosos Deuses gregos.

Apos sua marcante passagem em Atenas navegou pelos azulados mares gregos sempre acompanhado por seu violao, tocou pelas ilhas de Santorini, Miconos, Rhodes, entre outras, sempre com suas canções a beira do mar, recostado em uma pedra ou em um palco a musica gaucha e brasileira por ele executada sempre se sobressaiu e se destacou.

De la em um trem bala Diego e seu violao chegaram na Macedonia, em sua capital Thessalonica, e de lá para Meterora sempre lançando ao ventos suas notas musicais.
E da Macedônia para Turquia; Em Istambul cantou The Doors com uma banda turca. Na Capadócia Salve Jorge não podia faltar.

Outros países vieram, como Colombia na exuberante Cartagena das Índias. La a rumbia batucou seu violao e as cordas se mesclaram abrasileirando aquele ritmo caribenho.

Aqui pertinho, no Uruguai, em Punta del Diablo como explicar, mas acabaram juntos no mesmo palco Diego Araujo e Daniel Drexler, irmão de Jorge Drexler. Tocaram milongas, zambas e musicas de Cassia Eller, entre outros. Em Montevideo tocou na véspera do réveillon no famoso Pônei Pisador, histórico representante da boemia uruguaia.
E no Brasil?De Norte a Sul tchê! Alem da maioria das cidades do nosso Rio Grande do Sul, tocou na vizinha Santa Catarina, Paraná, Sao Paulo (Capital e litoral de São Sebastião), Mato Grosso do Sul, Tocantins, Manaus, Rio de Janeiro (Lapa não podia faltar), Bahia.

Agora em junho de 2021 foi eleito Conselheiro do Conselho Municipal de Cultura de Pelotas para a cadeira de músico com expressiva votação da população desta cidade.

PREMIAÇÕES
Diego Araujo recebeu inúmeras premiações ao longo dos anos da sua carreira em festivais nativistas, seja como compositor ou musico interprete integrante de inúmeras obras que foram nestes eventos premiadas. Recebeu como integrante do conjunto intérprete prêmios de 1º, 2º e 3º lugar, melhor arranjo instrumental, melhor arranjo vocal, melhor instrumentista, melhor interprete, musica mais popular, melhor melodia, melhor poesia.

Recentemente, em composição de autoria sua ede seu pai, Diego compositor da melodia e Frutuoso da Letra foram vencedores do festival fechado 1º Canto das Charqueadas, que tinha como músicos concorrentes participantes Otavio Lisboa, Mauricio Costa, Flavio Mendes, Lucas Ferreira, Andrigo Xavier (violonista e luthier de mão cheia), Iago Farias, Jeferson Almeida, Antonio Oppiz, Felipe Barbosa, Leonardo Pinho, Filipe Lisboa, Romulo Furtado, Marcel Cardozo, Marcio Campelo Silveira, Leonardo Borges, dentre tantos outros músicos nativistas de primeira prateleira e que muitos deles representam esta oxigenação via renovação necessária para a perpetuação da cultura gaucha.

No festival também fechado, com belíssima poesia escrita por Jose Carlos Batista de Deus, Diego e Frutuoso a musicaram e conquistaram o 2º Lugar do Canto do Vacacaí, evento com participação também de músicos e poetas convidados sem exceção e que ali é divulgado um tema na sexta, e ja no sábado, dentro do horário estabelecido tem de serem finalizadas por completoe inscritas para a disputa se assim o quiseram.

Um vida artística repleta de vitorias e ensaios pois assim aprendeu com seu pai que ensaio é fundamental para a qualidade da apresentação.

PRODUTOR
Três foram as principais experiencias como produtor musical de Diego Araujo.
A primeira foi quando morava em São Paulo e produziu dois espetáculos do renomado musico de carreira internacional Carlinhos Antunes e Orquestra Mundana, fazendo em um deles o show de abertura com voz e violão na Estalagem no litoral paulista com refinado publico.
A segundafoi produzindo um projeto seu denominado Legendários do Rock Gaucho onde reuniu em uma mesma banda Filipe Skin ex-guitarrista da considerada maior banda de rock gaucho de todos os tempo Jupiter Maça, Edinho Galhardi baterista da banda Garotos da Rua de renome nacional, agregados a artistas pelotenses. Alias este era o intuito principal doprojeto juntar a experiencia de músicos integrantesde bandas que marcaram o rock gaucho com músicos pelotenses visando tanto o crescimento e integração destes músicos quanto proporcionar espaço e perpetuação ao nosso rock gaucho.

A terceira foi produzindo a nossa querida Josi Maciel no inicio da sua carreira integrando ela aos Legendários para que ela fizesse os shows de abertura da banda como de fato fez. Por certo lhe proporcionou uma experiencia e vivencia em um genero que não o seu lhe conferindo ainda mais versatilidade e visibilidade em sua carreira.

COMPOSIÇÕES
Diego Araujo possui mais de 20 composições nativistas suas registradas em discos de diferentes festivais e reune cerca de 100 (cem) inéditas catalogadasque estão sendo arranjadas para o registro da obra por meio de gravações em estudio. Brevemente sairão das gavetas e serão lançadas pouco a poucos nas diversas plataformas existentes.
Em junho de 2021 lançou o seu primeiro disco totalmente autoral entitulado “Enquanto Isso na Sala de Justiça” composto de 5 composições de sua autoria o qual em menos de uma semana de finalização já está rodando na Rádio Monte Carmelo 87.9 FM de São José dos Ausentes a maior emissora daquela região, apadrinhado pelo generoso radialista dos Altos da Serra Elizeu Marcolino, além da Rádio Liberdade e Canguçu, também a maior emissora daquela região, Web Rádio Fragata de Pelotas, e a tambem na maior emissora do Estado do Tocantins, nas cidades de Piratini radio Nativa, cidade de Santa Cruz, Bagé, Livramento, Foz do Iguaçu, entre outras. Em todas emissoras seu elogiado trabalho está rodando na programação diária a totalidade das faixas deste disco.

LIVES
Diante da pandemia, Diego e Frutuoso Araujo tiveram a excelente idéia de também realizarem as suas lives. O fizeram da forma mais simples possível utilizando apenas um celular como equipamento para captação e transmissão de som e imagem. Até maio de 2021 ja realizaram sozinhos 12 (doze) lives as quais se somam 26.593 (vinte e seis mil quinhentos enoventa e três visualizações). Interessante que jamais impulsionaram nenhuma das lives e apenas utilizaram o facebook nenhum outra rede social para a divulgação e transmissão de suas lives, algo verdadeiramente notável.


Playlists relacionadas

Contrate

Diego Araujo

(53) 99705 - 7605 | (53) 98118 - 3739https://www.facebook.com/DiegoLegendariodeAraujo