Imagem de capa de O Hipertrópico
O Hipertrópico

O Hipertrópico

EstiloIndie
Cidade/EstadoLondrina / PR
Plays8.483plays

Comunidade

OuvintesJosé Augusto Alves da Silva e outros 1.305 ouvintes
José Augusto Alves da SilvaJosé Augusto Alves da SilvaJosé Augusto Alves da SilvaJosé Augusto Alves da SilvaJosé Augusto Alves da Silva
Fã-clubeRodrigo Santana e outros 35 fãs
Rodrigo SantanaRodrigo SantanaRodrigo SantanaRodrigo SantanaRodrigo Santana

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de Fernando CacciolariFernando CacciolariVoz, Violão
Imagem de Rafael FelixRafael FelixClarinete, Saxofone, Flauta
Imagem de Pedro LotPedro LotBateria
Ver mais integrantes

Release

A ideia inicial do Hipertrópico surgiu em 2017, quando Fernando se mudou para a Itália e compôs ascanções do EP homônimo numa tentativa de extravasar seus sentimentos na sua língua materna e poder contar suas aventuras além-atlântico. Após um trágico incidente ele retorna ao Brasil e mostra estas músicas a Vinícius, seu grande amigo, e assim eles decidem gravá-las com músicos da cena local e da Itália.
As gravações ocorreram em 2019, de forma independente na casa de Marvin Portello, quem gravou, mixou e masterizou o EP. O baixo acúsico foi gravado por Mariana Franco Estigarribia (da banda Caburé Canela), as baterias por Daniel Mancebo (ex banda Maracajá), o saxofone da faixa “Tesouros” por Sofia Pellegrini, além da participação do pianista italiano Alessandro Campagna na faixa “Mediterrânea”.
A formação atual da banda conta com Fernando Cacciolari na voz e violão, Vinícius Carneiro na guitarra e backing vocals, Roberto Moreira no baixo elétrico, Pedro Lot na bateria, e Rafael Ribeiro Felix nos sopros (saxofone alto e tenor, flauta transversal, clarinete, etc.)
Atualmente a banda está gravando seu primeiro álbum, uma extensão das histórias iniciadas no EP, falando de vivências, ancestralidade, sentimentos e memórias. Virá como uma homenagem a pessoas queridas que perdemos nesses últimos duros anos. Seu lançamento está previsto para o começo de 2022, em singles.
Neste meio tempo, a banda produz remixes das músicas do EP, repaginando-as em versões mais dançantes.

Playlists relacionadas