O Teatro MágicoSegundo Ato - Amadurecência364.058 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
cancelar

Seu comentário foi publicado. Visualizar

Iniciando música ~ em
    1 / 108

    Foi assim

    Daniel Santiago / Fernando Anitelli

    Levanto, sigo, vento, susto
    Espero passar
    Se não me faz sentido
    Não me comprometo
    Lamento o jeito que soubemos cultivar
    Nosso cuidado
    Emaranhado em julgamento

    Foi assim
    Foi assim que foi
    Foi assim
    Foi assim que foi

    Ainda vou
    Me acostumar comigo
    Ainda vou
    Me acostumar
    Ainda vou
    Me acostumar comigo
    Ainda vou
    Me acostumar

    Eleva, pontua
    Não deixe esmorecer
    Assuma ou suma
    Em suma ninguém quer ceder
    Tão rente a gente
    Não enxerga e não entende
    Cansados, sedados
    Sem tato reticentes

    Foi assim
    Foi assim que foi
    Foi assim
    Foi assim que foi

    Ainda vou
    Me acostumar comigo
    Ainda vou
    Me acostumar
    Ainda vou
    Me acostumar comigo
    Ainda vou
    Me acostumar

    Ainda vou
    Ainda vou
    Ainda vou
    Me acostumar

    Músicas mais acessadas

    Álbuns e Singles/EPs  (7)

    Fotos (13)

    Clipes (7)

    Release

    O Teatro Mágico, que foi criado pelo músico e vocalista Fernando Anitelli em 2003, se consolidou como referência na América Latina por sua estética própria, que reúne a música com as artes performáticas, e também pelo uso inovador da internet para formação de público.

    A percepção de mudanças comportamentais - como o público se relaciona com a música e os seus artistas – trouxe para a companhia o espírito de projeto de música livre e o uso pioneiro de redes sociais como Facebook, Twitter e Youtube.

    Além da criação da sigla MPB (Música para Baixar), O Teatro Mágico foi um dos primeiros no Brasil a disponibilizar suas músicas para download gratuito. O grupo é formado por Fernando Anitelli (voz, violão, guitarra), Zeca Loureiro (guitarra e violão), Sérgio Carvalho (contrabaixo), Rafael dos Santos ...

    Continuar lendo>>