Projeto MercurioCastelo de Cartas1.332 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 5

Contrate

Uriel / Danilo

(11) 9519-6283 | (11) 8349-5650

Castelo de Cartas

Letra: Danilo/Daniel Música:Thiago/Danilo

As pedras rolaram
Chegou a nossa vez!

Como fantoches, vivendo em um mundo frio
Tão vulneráveis, buscando vozes no vazio
Todos os nossos sonhos foram descartados no lixo
Sentimentos e planos, só as cinzas eu guardo comigo

Pra que gritar? Se meu silêncio me basta
Dessa vez tudo vai mudar! Esse é o dia da vingança!...

As pedras rolaram, a muralha se desfez
Vocês nos controlavam, mas agora chegou a nossa vez
De recomeçar, de reconstruir
Te mostrar a dor que meus olhos não puderam remitir

Flores desabrochando em um mundo de asfalto
Pessoas profetizando na esperança de um ato
Covardia, percorrendo em direção
Lágrimas de sangue escorrendo por entre minhas mãos

Pra que gritar? Se meu silêncio me basta
Dessa vez tudo vai mudar! Esse é o dia da vingança!...

As pedras rolaram, a muralha se desfez
Vocês nos controlavam, mas agora chegou a nossa vez
De recomeçar, de reconstruir
Te deixar provar do sangue das batalhas que eu não venci

Apagar o fogo da sua inveja
Destruir as barreiras de ódio do seu coração
Cauterizar todas as palavras perdidas
Continuar onde não existe saída

As pedras rolaram, a muralha se desfez
Vocês nos controlavam mas agora chegou a nossa vez
De recomeçar, de reconstruir
Conflagrar sua mente nociva e afastar o que adormece enfim
O medo que existia em mim se apagou
As vozes dos que me odeiam, vão se calar
Atire a primeira pedra quem nunca julgou
Mesmo errando, todos querem se salvar

Essa é a minha vingança!...

Músicas mais acessadas

Fotos (20)

Release

A idéia da banda começou em meados de 2002, com a junção dos três integrantes fundadores, Danilo Braga (vocal), Thiago Jorge (guita) e Uriel Rocco (batera), porém, tinha outro nome: MirageM. E foi assim que se manteve durante alguns anos em que conquistaram alguns admiradores. Nesse período vários baixistas tentaram compreender a ideologia da banda, mas nenhum deles correspondeu às expectativas de prosseguir com seriedade e comprometimento. No final do ano de 2007 entrava na banda o último e definitivo integrante: Edson Araujo (Kadu), que já esteve em outras bandas, onde segundo kadu não conseguia mostrar nas músicas o que realmente desejava, pois o som empregado estava muito distante do que seu coração almejava. Com isso, foi uma ótima combinação a junção dos atuais integrantes da Projeto Mercurio, pois a ...

Continuar lendo>>