Quiçaça

EstiloReggae
Cidade/EstadoArapiraca / AL
Plays474plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comentários

Filtrar Por:
Ruan MelloVoz, Guitarra
Gleyson MatheusVoz, Guitarra
Rodrigo CruzBateria, Backing Vocal
Ver mais integrantes

Release

Esse grupo singular traz um ambiente sonoro voltado para a voz do mato seco e do Sertão. E ainda a voz de quem não tem voz. O quinteto abusa – no bom sentido da semântica – de recursos estilísticos em suas letras e até em cima do palco, com um figurino adequado.

Recentemente, eles lançaram o EP “Jurema”, muito bem recebido pelo público e crítica, chegando a participar de festivais estaduais e disputar concursos de eventos internacionais com seu reggae rural progressivo psicodélico (RRPP). Buchô!

"Arrocha o nó que a poeira cobre inté a estrada - diz o primeiro single da banda alagoana Quiçaça, que surge em 2016 com a junção de vários músicos arapiraquenses que possuem outros projetos, só que juntos criam a gênese desse Reggae Rural Progressivo e Psicodélico, casqueando o casco na trilha da catingueira e sabendo muito bem pra onde vai.

A banda já iniciou com um repertório totalmente autoral versando sobre as alegrias e desventuras do sertanejo, dos animais do campo, das corujas e suas maldições, embebidos de guitarras psicoativas e batuques fritados, se apresentou em vários e ecléticos eventos culturais, como o Rock Pró Cultura, o São João de Arapiraca, o festival Reggae Solidário, atração do projeto Som de Cada Dia (SESC Arapiraca), música com destaque no primeiro Festival de Música Popular de Alagoas. Tocaram no centenário Teatro Deodoro e no divisor de águas Festival Avenida do Futuro. Além de outros eventos em Arapiraca, Barra de São Miguel e Maceió (AL).

Vestidos de versos, batuques, graves lineares, reggae, batidas diferenciadas, ruralismo e demais melodias progressivas, o quinteto é formado por Ruan Mello (guitarra e vocais), Gleyson Matheus (guitarra e vocais), Ricardo Evangelista (percussão e versos), Rodrigo Cruz (bateria e Ô, Ô, Ô) e Janu Leite (baixo e vocais).

Pra desanuviar e com várias referências à cultura nordestina, sobretudo de Arapiraca, o som da Quiçaça remete a um Nordeste que bebericava na psicodelia dos anos 70 com uma contextualização mais que precisa dos fenômenos musicais mais recentes. Isso pode ser visto no primeiro EP - Jurema, lançado em Março de 2017 e com videoclipe a caminho.

Recentemente o single "Aguardente” entrou na coletânea nacional “Vida Longa ao Reggae” .

O 1º Cd completo da banda está em fase de produção.

Playlists relacionadas

Home