RISSES

RISSES

EstiloMPB
Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays1.553plays

Comunidade

OuvintesWevertonoficial56 e outros 2 ouvintes
Wevertonoficial56Wevertonoficial56Wevertonoficial56
Fã-clubeNajara Lender e outros 15 fãs
Najara LenderNajara LenderNajara LenderNajara LenderNajara Lender

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de MailconMailconPercussão, Bateria, Backing Vocal
Imagem de CleberCleberTeclado, Guitarra, Baixo, Backing Vocal
Imagem de Paulo BarcellosPaulo BarcellosGuitarra, Baixo
Ver mais integrantes

Release

Release


Como geralmente ocorre no que concerne ao propósito artístico( mais especificamente quando se fala em criação, capazes ou que vise, formalizar uma maneira nova de ver e representar o homem e o mundo) é sempre preferível esperar o chute do que palmas em aclamação.
Com o objetivo de seguir a idéia de criar algo novo no campo da música e de significativo valor, a Risses surgiu por volta de outubro do ano 2000. Durante esse período foram realizadas muitas apresentações, sempre com música própria, contudo pouco se arriscou a dar passos maiores. No entanto, não é isso o que ocorre no atual momento. Há cerca de um ano e meio foi lançada a idéia de criar uma música mais ousada; que fosse pop, mas que não barrasse em padrões de produção, que apresentasse muitas influências, mas que tivesse o seu próprio estilo, que focasse a boa letra, mas que procurasse outros temas e outras formas de serem ditos, enfim, que fosse algo que soasse sincero, para nós e para os ouvintes.
Atualmente a Risses apresenta o espetáculou Metamorfose, pensado e desenvolvido segundo ao anteriormente dito. É sua execução prática tem mostrado que os chutes estão diminuindo e as palmas seguem em sentido contrário.



Influências

Destacar com fidelidade o que cada integrante ouve e ler talvez não seja o mais preferível, uma vez que pode-se cair no quesito do exagero e isso, evidentemente, não faz parte o objetivo deste texto. Por isso destacarei os principais fatores que foram fundamentais para que compuséssemos esse material.
Em primeiro lugar, quero destacar a riqueza musical dos ambientes que sempre freqüentamos, desde festivais de música punk até os forrós de vila, puxados basicamente por uma sanfona, um zabumba e um triângulo. Há aqueles encontros de fim de semana ou, o que era bem melhor, festas onde nos reuníamos para comemorar alguma coisa. Sempre há motivos! E a noite chegava ao fim levada pelo som do violão e muitas canções inéditas.
Outras experiências que podem explicar os elementos teatrais em nosso espetáculo se dão pelo fato de esse ambiente( o do teatro) ter-nos consumido dias e dias. Todos nós passamos por uma certa experiência teatral, seja na prática de oficinas, peças, iluminação, como também, na leitura de importantes teatrólogos. Dentre eles destaca-se Plínio Marcos, Nelson Rodrigues, Ariano Suassuna, Bertold Brecht, Maiakovski. Mas nada comparado aos frutos que a Cia. Estável nos legou.
Destaco ainda, algo que foi fundamental, e continua sendo, que é a influência da literatura. No gênero da poesia, destaco alguns cânones como Manoel Bandeira, Augusto dos Anjos, A.Rimbaud, Rilke etc., mas os que mais fazem parte do nosso trabalho são os poetasdesconhecidos. Citarei só o nome de alguns: a rua, o bar e a vida. Quanto a ficção, escritores como J.Saramago, G. Rosa, João Antonio e R. Bolaño etc e tal.
Com todas essas , juntando um pouco disso e um pouco daquilo, efetivamente, de alguma forma, contribuíram para a nossa proposta musical. Agora resta viver algo fundamental, que é a experiência com o público. Se formos bem sucedidos em tal propósito, se conseguirmos o aval, com certeza nossa proposta terá lugar na cena da música brasileira.





Playlists relacionadas

Contrate

Osvaldo Santana

(11) 7344 - 0246 | (11) 8566 - 9728http://www.risses.com.br