Imagem de capa de Roberto Uber
Roberto Uber

Roberto Uber

EstiloMPB
Cidade/EstadoBelo Horizonte / MG
Plays43.199plays
Tamanho
Imprimir

Dora

Composição: Roberto Uber

Dora Que meu poema trema ante teu olhar e em minha mão pequena caiba a imensidão desse amor poema que vem arrancar meu coração em flor somente pra lhe dar. Ondas que colhi na areia, conchas que roubei ao mar, dor do grito das baleias: tanto tenho pra lhe dar. Mesmo louco, mesmo cego, nos caminhos mais sozinhos, meu amor irá me guiar. Mesmo que se cale nas mentiras que me iludo, mesmo mudo, sempre vai nos chamar. Mesmo que seja perigo, mesmo que seja fugaz, pérola dos meus sentidos, tanto tenho pra lhe dar. Mesmo fome dos famintos, com seu grão e vinho tinto, o amor irá nos fartar. Mesmo sendo surdo às razões do mundo, meu amor aos seus apelos sempre vai se entregar. Veja o fogo dança comigo, bombas me arrancam o chão, pão que doura em minha mesa, chama acesa no fogão. Brilhar, morrer de revirar no leito, prazer. Roubar, querer, revirar panelas, comer.

516

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica