Imagem de capa de Rod Krieger

Rod Krieger

EstiloRock
Cidade/EstadoPorto Alegre / RS
Plays354plays
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesRafatrix . e outros 56 ouvintes
Fã-clube e outros 0 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Release

Rod Krieger é um músico multi-instrumentista, compositor e produtor brasileiro que lançou o primeiro disco solo em Março de 2020.

Radicado em Lisboa desde o início de 2019, no Brasil ele foi baixista durante 15 anos na banda Cachorro Grande com a qual gravou cinco discos de estúdio e um DVD ao vivo, além de ter percorrido as principais cidades do país com uma intensa agenda de shows.

Além disso, devido a uma performance explosiva nos palcos, a Cachorro Grande conquistou o prêmio de melhor show na extinta premiação Video Music Brasil, da MTV, e ao longo dos anos, dividiu o palco com bandas como Oasis, Supergrass, Primal Scream, Iggy Pop, Aerosmith e abriu o show dos Rolling Stones em Porto Alegre durante a turnê Olé, em 2016.

Sobre o disco

A Elasticidade do Tempo é um álbum autobiográfico que apresenta canções sobre um período de transformação espiritual vivido por Rod nos últimos anos.

Desde um encontro com o sitarista Fábio Kidesh até a gravação do disco no estúdio Canto da Coruja, Rod viveu muitas mudanças, não só espirituais, como físicas também. Se mudou de São Paulo, depois de 13 anos vivendo na grande metrópole, para o litoral. Então, começou a meditar, praticar yoga e viu a Cachorro Grande terminar. Até que chegou em Portugal para lançar seu primeiro álbum solo.

No disco, as influências vão desde David Bowie, George Harrison, Ravi Shankar, Chemical Brothers e Beck. Além de Beatles, Rolling Stones e The Who bandas que resgatam a veia sixties que Rodolfo sempre teve, desde os Efervescentes, sua primeira banda, na qual ele era o principal compositor.

A produção musical é assinada por Rodolfo e por Ricardo Prado, proprietário do estúdioCanto da Coruja, que toca e/ou já tocou com artistas como Céu, Ana Cañas, Arnaldo Antunes, entre outros.

Arnaldo Baptista

O fundador de uma das principais bandas da história da música brasileira, Os Mutantes, criou uma relação de profunda amizade com Rodolfo nos últimos anos. Essa conexão se deu quando o então baixista da Cachorro Grande tomou coragem e escreveu uma carta para o eterno Mutante.

Desde então, trocaram correspondências, até que Rodolfo criou um projeto de homenagem a Arnaldo, que contou com o próprio na primeira fila na estreia que aconteceu no Teatro da CAIXA Cultural, em São Paulo, em 2018. O projeto já reuniu nomes como Karina Buhr, Thunderbird, Tatá Aeroplano, Hélio Flanders, Charly Coombes (ex-Supergrass que mora no Brasil), entre outros.

E, ainda, no primeiro single, intitulado Louvado Seja Deus, que Rodolfo lançou como artista solo, ano passado, Arnaldo fez uma participação especial tanto na música, quanto no clipe, dirigido por Charly Coombes


Playlists relacionadas