Romero Ferro

EstiloPop
Cidade/EstadoRecife / PE
Plays521.064plays
Tamanho
Imprimir

Hoje

Composição: Romero Ferro

Se permita ser Qualquer coisa menos superficial Qualquer coisa que elevem os teus sonhos Mas fujam do mundo imoral Deixa eu te dizer Que o amor é fogo que arde forte para dois Que muda tudo, finda o peito E só depois Te enche de pleno prazer A gente sofre a dor da sorte E se parte para vencer É pura morte, desventura Viver de vaidade para quê? Hoje a gente vê Que o dia é duro para chegar até o final Que cada um possui uma dose de demônios E a luta é um feito fatal Fácil perceber Que o padrão virou doença secular Moldar o corpo se tornou tão instintivo E a mente parou de malhar A gente sofre a dor da sorte E se parte para vencer É pura morte, desventura Viver de vaidade para quê? Tudo tem um jeito Tudo tem um preço O apreço é o preço da hora É tudo questão de ser Somos o que somos Somos quem seremos Somos o aqui, o agora Somos iguais ao morrer A gente sofre a dor da sorte E se parte para vencer É pura morte, desventura Viver de vaidade para quê? A gente sofre a dor da sorte E se parte para vencer É pura morte, desventura Viver de vaidade para quê?

41.799

plays

Comentários

Filtrar Por:

Playlists relacionadas à musica

Romero Ferro

EstiloPop
Cidade/EstadoRecife / PE
Plays521.064plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver todos os álbuns
Ver todos os eventos
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesELOANA APARECIDA RODRIGUES AQUINO Aparecida e outros 1.349 ouvintes
Fã-clubeRaíssa Rodrigues e outros 102 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Com forte acento sonoro de um pop bem elaborado, Romero Ferro, um dos novíssimos nomes da música pernambucana, se destaca pela voz marcante e por composições autorais que retratam, de maneira particular, o cotidiano da humanidade.

Playlists relacionadas

Home