Stol

EstiloHardcore
Cidade/EstadoRio de Janeiro / RJ
Plays134plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comentários

Filtrar Por:
DuduVoz, Guitarra
GustavoBaixo
MarquinhosBateria

Release

Até que ponto as influências de uma banda definem o seu som ? após anos escutando muito rock n´ roll, de todas as suas vertentes, três amigos resolveram se reunir e tocar aquilo que se passava dentro da cabeça de cada um. Igual a toda banda que se inicia, cada um possuía gostos distintos e muito vontade de tocar o que sempre escutaram. Sem muita fórmula para seguir e com muito ensaio, o Stol começou a montar o seu perfil.

Funcionando inicialmente como uma válvula de escape para o lado profissional de cada um, o Stol foi definindo um estilo próprio. Com letras em português que passam por temas diversos e “riffs” que misturam o novo “hardcore” com bases do início da década de 90, sem muita firúla e com um som direto, a banda chegou até o lançamento do seu primeiro EP, de forma independente, intitulado “Revolusom EP”.

O album traz todas as faixas compostas pela banda e já demonstra o seu estilo próprio, fruto das diversas influências que a banda possui, passando do Metal ao Hardcore sem esquecer do bom e velho Punkrock presente na maioria das músicas.

Entre as faixas do EP o Stol já demonstra a forma direta da banda de se falar em política com a homônima “Revolusom”, descreve a falta de caráter das pessoas nos dias de hoje com a curta e grossa “Emule”, tenta passar otimismo com o futuro do Brasil na pesada “Torne bom o que é ruim” e descarrega seu lado mais ameno com a sentimental “Me faz entender”.

A banda já está em produção do seu segundo CD com o título provisório de “Medo de perder a razão”, onde demonstra um amadurecimento nas composições e arranjos. Existiu também uma preocupação com a qualidade de gravação como demonstrado na prévia do disco com o lançamento do single “Diante do medo” em janeiro de 2007.

Com a paixão dos integrantes pelas apresentações ao vivo, a banda mostra no palco toda sua energia em versões potentes para suas músicas, que passa da pegada marcante da bateria de Marquinhos, pelo baixo pesado de Gustavo e os riffs e vocais rasgados de Dudu. Definitivamente uma banda que sempre teve seus ídolos e influências mas que destes moldou um estilo próprio e autêntico.

Playlists relacionadas

Contrate

Home