Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays19.430plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

OuvintesERIC LOSTYS e outros 8 ouvintes
Fã-clubeBom de Laço e outros 11 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Mauro Juliany Cogo iniciou sua formação em música aos 14 anos de idade. Estudou guitarra, seu primeiro instrumento, com Wesley César e Mozart Mello, entre outros professores do primeira versão do IGT em São Paulo. Seu estágio final com a guitarra foi com Aldo Landi, com quem iniciou os cursos de arranjo e orquestração, depois finalizados com Frederico Zimmermann Aranha. Durante mais de dez anos de estudo regular de música, fez também aulas de canto com Regina Carvalho e Nancy Miranda, e estudou percussão com Formiga na escola Cameratti, onde lecionava.
Nesse período, iniciou seu caminho no mundo do áudio, gravando e produzindo suas bandas. Em 1997, ampliou sua experiência no estúdio Cia de Áudio, em São Paulo (SP). Posteriormente, foi sócio-proprietário do Alchimia, durante cinco anos. Lá, produziu e gravou alguns projetos de rock e metal, com boa repercussão. Destacam-se as bandas Panzer, Tomada, Assédio Social, Scars, Nau Capitânia, Andrômeda, O Uivo e Chasing Fear. Atualmente, tem seu próprio núcleo de produção com o estúdio Soundup.
Multi-instrumentista e guitarrista virtuoso, Mauro Juliany Cogo é professor de música desde 1993. Já fez trilhas sonoras para seriados como o Turma do Gueto, da TV Record, além de ter composições em estilos variados – passeando com facilidade da MPB ao Blues. Suas influências mais fortes, entretanto, remetem aos clássicos do hard-rock, do metal e incluem guitarristas como Tony Iommi, Yngwee Malmsteen, Zack Wild e Richie Blackmore. Mesmo trabalhando com produção e sendo proprietário de estúdios há quase dez anos, só agora lança seu primeiro CD oficial. O trabalho é a concretização de um projeto que começou com a banda experimental C.O.X. Foi essa experiência que abriu caminho para as idéias do primeiro CD: The Battle.
O laboratório inicial com os riffs do disco foi gravado em meados de 2003, quando foram produzidas duas músicas-teste: Day Of Fighting (que chega ao CD em sua quarta versão) e Sail Away, do Deep Purple. Desde então, muitas experiências foram realizadas: timbres, instrumentos, tudo tinha de soar único. “Eu queria ter a essência do metal clássico dos anos 70 e 80, com o peso e modernidade da última década”, explica Juliany.
Influências de bandas como Prodigy, Stuck Mojo, Marilyn Mason e Rage Against the Machine – que misturam ao metal nuances de funk e batidas eletrônicas – também foram sendo destiladas. Era a busca pela sonoridade e o início da batalha. Após a conclusão dessa etapa inicial, Juliany mostra que sua inspiração é incessante: “Essa será a primeira de muitas, pois a guerra nunca termina”.

Playlists relacionadas

Contrate

Mauro Juliany

(11) 3477 - 6006https://www.palcomp3.com.br/thebattle/
Home