Rosa (Versao ao Vivo)

Alexandre L

Sou um cara incomodado
Com a falta que você me faz
E tantas coisas que
Eu julgava importantes
Na minha vida
Hoje não importam mais...

Pois é difícil esquecer
Cada momento
E o que a gente fez
Eu não pensaria
Mais que um segundo
Começaria tudo outra vez...

Rosa!
Na cor de blusa
Que ultimamente
Homem também usa
Rosa!
Na roseira, na casa da mãe
Daquele amigo meu
Rosa!
Te vejo em tudo
Em cada detalhe
Do que aconteceu
Rosa!
Tenho certeza que você
Já se esqueceu de mim
Adivinha
Quem não te esqueceu?...

Ontem, enquanto era dia
E eu caminhava pela minha rua
Pensava se poderia ser feliz
Longe da presença tua
A única maneira que eu teria
De me afastar e correr
Seria fechar os olhos para tudo
O que me faz lembrar você...

Rosa!
Na cor de blusa
Que ultimamente
Homem também usa
Rosa!
Na roseira, na casa da mãe
Daquele amigo meu
Rosa!
Te vejo em tudo
Em cada detalhe
Do que aconteceu
Rosa!
Tenho certeza que você
Já se esqueceu de mim
Adivinha
Quem não te esqueceu?...

A vida que eu quis ter, não pude
A história que eu quis
Contar e não deu
A minha maior esperança
Que num dia assim se perdeu
Se perdeu...

Rosa!
Na cor de blusa
Que ultimamente
Homem também usa
Rosa!
Na roseira, na casa da mãe
Daquele amigo meu
Rosa!
Te vejo em tudo
Em cada detalhe
Do que aconteceu
Rosa
Tenho certeza que você
Já se esqueceu de mim
Adivinha
Quem não te esqueceu?...(2x)

Adivinha
Quem não te esqueceu?...

Músicas mais acessadas

Fotos (12)

Release



A Vida da Província surge no final do ano de 1990, apresentando-se em Belo Horizonte, influenciada pelo pop rock brasileiro da década anterior. Músicas de Legião Urbana, Engenheiros do Hawai, Paralamas do Sucesso, entre outros, faziam parte do repertório dos shows da época, além das músicas próprias. Em 1994, a banda participa de um CD Coletânea, da gravadora Primícia Records¸ chamado "Alquimia", com a música "Os contratempos". Logo após, em 1997, grava um CD Single, com outras duas músicas próprias, "Enquanto isso" e "Sempre que eu puder", produzido por Ivan Corrêa, baixista da banda Sagrado Coração da Terra. No ano 2000, Alexandre Lima (hoje Alexandre L.), vocalista da banda, resolve gravar um disco solo e a banda se dissolve. O disco "O lado direito" tem dez ...

Continuar lendo>>