Imagem de capa de Vitor e Cadu
Vitor e Cadu

Vitor e Cadu

EstiloSertanejo
Cidade/EstadoCampo Grande / MS
Plays792.740plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver todos os álbuns
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesSimone Vieira e outros 47.083 ouvintes
Simone VieiraSimone VieiraSimone VieiraSimone VieiraSimone Vieira
Fã-clubeKerolayne Menezes e outros 215 fãs
Kerolayne MenezesKerolayne MenezesKerolayne MenezesKerolayne MenezesKerolayne Menezes

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Release



Foi em Campo Grande, capital sul-mato-grossense, que os destinos de Vitor & Cadu se cruzaram. Considerados pelo mercado sertanejo uma das duplas que mais vem crescendo nos últimos dois anos, Vitor, com 22 anos e Carlos Eduardo - o Cadu - com 26, carregam uma bagagem musical tão vasta que são totalmente capazes de
competir páreo a páreo com qualquer artista que acumula anos de carreira e muita experiência.
Antes de cantarem juntos, se encontravam nos bares da capital do MS, para se apresentarem nas noites, porém, na época, não cantavam juntos. Além disso, coincidentemente, trabalharam como barbeiros.
Os artistas decidiram conciliar sonhos, entender os pensamentos um do outro e souberam transformar o que era vontade em realidade, foi então que formaram a dupla Vitor & Cadu. A coisa foi ficando séria e tudo começou a acontecer quando entraram para a MM Music, maior gravadora independente do país liderada por Maurício Mello, nome expressivo no mercado sertanejo por ser dono de composições que viraram hits, como “Suíte 14”, “Louca de Saudade”, e muitas outras.
O empresário ouviu as canções dos artistas e se impressionou com a qualidade e talento, e o que seria a gravação de um single, virou um EP. O encontro entre eles e o CEO foi muito satisfatório. Maurício ficou realmente surpreso ao conhecer um pouco mais os cantores e viu neles um brilho especial como há tempos não via em outros artistas. Ele assumiu o gerenciamento de carreira da dupla.
Vitor & Cadu mostraram mais músicas de composição própria e o projeto passou de EP para DVD - praticamente todo autoral. Em junho de 2019, gravaram o primeiro registro em vídeo da carreira, intitulado “In CG”, com direção de vídeo de Augusto Mello.

O álbum, com 11 faixas inéditas e 2 regravações, foi lançado em todas as plataformas digitais em Agosto de 2019.Todas as canções inéditas são de Vitor, Cadu e Maurício Mello.
O destaque ficou para as músicas “Rodando Bocas”, “Gravemente Abandonado”, “Coitado Dele” e a regravação “Se eu me entregar”.
De lá pra cá, lançaram os singles “Boca de bobeira” - com clipe que teve a participação do público para escolha do final em uma live; “Recaidazinha”, trabalhada no final de agosto de 2020. E teve também o modão “Camisa Rosa”, com participação de Durval & Davi, foi uma homenagem aos ídolos, após o falecimento de Davi.
Em outubro de 2020, os artistas surpreenderam os fãs com o DVD Case, segundo trabalho em vídeo da carreira. Foi feito em um galpão de ensaios, também em Campo Grande. A decisão foi bem pensada, afinal, era um período em que as pessoas não podiam sair de casa e foi assim o ano todo. A ideia foi gravar de forma intimista e sem público e registrar algumas das músicas que certamente dariam um brilho especial na carreira de Vitor & Cadu e fariam a diferença na música sertaneja.
A primeira faixa trabalhada foi “Coração no bolso”, depois “Dormir Brigado” e “Faz Falta”.O álbum CASE ultrapassou 10 Milhões de plays e views nas plataformas digitais.
Em Maio de 2021 a dupla apostou no romantismo e lançou a musica “Confusão”,que ultrapassou a marca de 1 milhão de plays em apenas 60 dias.
Com pouco mais de dois anos de carreira profissional, Vitor & Cadu somam números expressivos nas plataformas de áudio e vídeo. São aproximadamente 35 milhões de acessos (entre YouTube, Spotify e Deezer), outro ponto que os coloca entre os fortes nomes do cenário atual. Acompanhe @vitorecadu nas redes sociais e não perca nenhuma novidade.

Playlists relacionadas