VOZ DE PODERSem Rumo Nessa Terra Part Hebreu Brazuca14 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
cancelar

Seu comentário foi publicado. Visualizar

Iniciando música ~ em
    1 / 56

    Contrate

    CASSIO DENNER GONTIJO

    (34) 8856-1427 | (34) 3821-6820

    Música em destaque

    Sem Rumo Nessa Terra Part Hebreu Brazuca

    Sem Rumo Nessa Terra Part Hebreu Brazuca

    Luizão e Eduardo

    REFRÃO (BIS)
    Eu sou mais um... herdeiro dessa guerra
    Mais um... sem rumo nessa Terra
    Sem direito de ser ou de sonhar, eu sou mais um... filho de nenhum lugar

    Eles estão, sem direito de ir ou de vir de ficar, resistir, desistir ou lutar
    Sem sorrir, já não conseguem mais dormir nem separar ou diferir o pesadelo do sonhar
    Retirantes a caminho pelo busca vida justa ofuscada pelo motivo: MISÉRIA
    É longa ou curta “vixi” daqui dá “pra” ver que a disputa é mais séria
    Escorregando na navalha pela falha do canalha que não deixa nem se quer se defender
    “Tão” chorando pela fome que consome corroendo por dentro seu EU... por que?
    Conduzidos por palavras e mentiras que aniquila mais que fome, mata sonho, mata homem mais que isso” tá” tranquilo apaga o brilho do velho, menino, nobre inquilino dessa guerra sem saber se vão viver
    Não quero CHAVES que trancam as grades da humanização, não quero HUGO nem vulgo MADURO que rouba o futuro de toda a Nação
    Epinício é o canto que não seja como esse refrão

    REFRÃO (BIS)
    Eu sou mais um... herdeiro dessa guerra
    Mais um... sem rumo nessa Terra
    Sem direito de ser ou de sonhar, eu sou mais um... filho de nenhum lugar

    Só queria meu sol, meu céu, só quero minha noite, o luar
    Livremente no meu sonho sem temer o meu futuro só com verde sem MADURO sem ninguém “pra” me roubar
    Me diga porquê que com tantos clamores, ainda me espanto com tantos espinhos no meio das flores a selva de pedra se torna jardim dos horrores
    Minha família, minha conduta, nessa busca vou à luta, nessa guerra vou matar pra não morrer
    As lágrimas caíram, ressecaram o sentimento, choro só pela família, vítima do sofrimento, no momento, sem saída
    Condição mal dividida, no caminho só de ida, minha herança, minha vida, nessa lida sem intriga, sem ninguém “pra” limitar...
    CARACA... deixa eu respirar

    Governo um monstro que se alimenta de fraquezas impostas pelo regime
    Que oprime vidas, valores sem preços, usando, brincado, fazendo de arremesso no seu caracol você sódio derreta no inferno sentindo a fúria do ódio

    REFRÃO (BIS)
    Eu sou mais um... herdeiro dessa guerra
    Mais um... sem rumo nessa Terra
    Sem direito de ser ou de sonhar, eu sou mais um... filho de nenhum lugar

    Músicas mais acessadas

    Álbuns e Singles/EPs  (1)

    Fotos (27)

    Clipes (20)

    Release


    Nosso grupo surgiu em 1997, os primeiros integrantes foram CD (Cássio Denner) e DNI (Valdinei). Dois anos depois entrou para o Voz de Poder, GUINE (Wagner).

    De 1998 a 1999 gravamos dez músicas não chegamos a prensar um cd, mas a música “Pra que lado eu vou seguir” toucou em varias rádios de Patos de Minas.

    De 2000 a 2008 tivemos algumas mudanças na formação do grupo: entrou Resgate, DJ Yellow, Bete P e Karol e fizemos várias apresentações em cidades como Araxá, João Pinheiro, Uberlândia, Paracatu, BH, entre outras. Abrimos shows de grandes grupos como Racionais, DJ Jamaica, Tribo da Periferia, Cirurgia Moral, Guind’Art 121, Look, DBS.

    Em 2008 com menos um integrante, (DNI) o Voz de Poder realiza dois grandes sonhos: Lançamos nosso primeiro CD e nosso ...

    Continuar lendo>>