Não é Proibido Pra Mim

BellaDona

Quando a noite chegar meu bem
E querer nos envolver
Mais do amor não sou refém
Eu vivo é pra valer
Fazer loucuras, me faz tão bem
É o que me dá prazer
Eu vou gritar bem alto, pra todo mundo ouvir

Porque viver, e eeeeee

Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim

Quantas noites eu dormir como uma dama
Virada, sem rumo, sem drama
E a minha vida se baseia nessa trama
De sonhos e grana
De noites insanas
Não pode
Tá bom
Quem disse esse “caô”
Só o que interessa é que, é ser feliz
Não tem quem me diz
Que eu não posso ser quem eu sou
Batom azul, olhos vermelhos
Vou pela rua evitando conselhos
Entediada, mas “tô” sem medo
Eu sou da noite, do desassossego
É proibido, proibir
É proibido, proibir
Eu vou gritar bem alto, pra todo mundo ouvir

Porque viver, e eeeeee

Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim

Não me venha com regras
Não me dou bem com elas
Primeira vez que eu fui “pro” frevo, eu pulei a janela
E eu vou pra rua bela
Não sei ficar quieta
Dia, noite, desce, sobe
De rolê na quebra

E eu observo essa rua
E por um instante, me lembrei de mim nua
Não me perdoe pela minha loucura
Mais uma fã daquelas noites maluca
Não pense que a vida faz sentido sem você
O que não faz sentido é a liberdade em não me ter
Eu vou gritar bem alto, pra todo mundo ouvir

Porque viver, e eeeeee

Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim
Não é proibido pra mim

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (5)

Fotos (84)

Clipes (15)

Release

BellaDona rapper de Brasília tem deixado sua marca na música.
veio com uma linguagem musical autentica, tanto nas letras quanto nas produções trazendo uma mistura de batidas eletrizantes junto a um campo harmônico cheio de adrenalina e sentimento .
Uma mistura de pensamentos e batidas expressivas.

Com vocais fortes e impactantes rimam sobre o cotidiano do subúrbio brasileiro, sobre bases que percorrem os estilos Gangsta Rap, Dirty South, Crunk e o Bass.