Dama de Vermelho

Duduca e Dalvan

Garçom, olhe pelo espelho
A dama de vermelho
Que vai se levantar
Note que até a orquestra
Fica toda em festa
Quando ela sai para dançar

Esta dama, já me pertenceu
E o culpado fui eu
Da separação
Hoje, choro de ciúme
Ciúme até do perfume
Que ela deixa no salão

Garçom amigo,
Apague a luz da minha mesa
Eu não quero que ela note
Em mim tanta tristeza

Traga mais uma garrafa
Hoje vou me embriagar
Quero dormir para não ver
Outro homem lhe abraçar

Músicas mais acessadas

Fotos (6)

Release

"OS LEÕES DA MÚSICA SERTANEJA%u201D
Considerados as melhores vozes do Brasil
Duduca, Almir Sales, nascido na cidade de Londrina, Paraná, com apenas 46 anos, dona de uma voz invejável, pois, em sua trajetória na música sertaneja, cantou em barzinhos foi locutor de radio AM e FM, a música sempre foi o seu forte, pois vem de uma formação expressiva, em matéria de cantar, essa nova formação da dupla é um presente para o Brasil, e a música sertaneja, que ganhará com certeza tratando-se de umas das bandeiras da música popular do Brasil, voltando assim ao cenário da música brasileira.
Dalvan, Romântico pôr excelência, esse novo trabalho marca uma nova fase na vida desse paranaense de Planaltina do Paraná, que iniciou a carreira em 1978. Ao lado do ex-parceiro Duduca ...

Continuar lendo>>